Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jornal Online 'efepe' / sindical

Jornal Online 'efepe' / sindical

É INEGÁVEL E INQUESTIONÁVEL QUE …

por efepe, em 26.02.17

Com a entrada em vigor da versão de 2014, do Acordo Colectivo de Trabalho do Grupo EDP (ACT/EDP) ...

 

ACT.EDP2014.png

 o Universo EDP,  FOI DIVIDIDO em três universos:

 

1 - O Universo dos Beneficiários do ACT/EDP 2000.

São os trabalhadores que seriam maioritariamente admitidos ou recrutados através de "concursos externos", e em conformidade com o ACT/EDP.

 

2 - O Universo dos Beneficiários do EDP/Flex.

São os trabalhadores que seriam maioritariamente admitidos ou recrutados através de "contratos individuais", maioritariamente celebrados com a EDP Estudos e Consultadoria. E,

 

3 - O Universo dos Precários EDP

São os trabalhadores que prestam serviço sob a orientação hierárquica da EDP, mas estão vinculados "precariamente" a empresas de prestação de serviços ou a empresas de trabalho temporário. Por efeito de atos de gestão da EDP, e à margem do ACT/EDP (por os "parceiros sociais" sindicais terem «largado mão» - não se sabe muito bem a que preço -  do "recrutamento de pessoal" do exterior).

 

 

Importa ainda esclarecer que ...

 

Quer os "Direitos" ... Quer as "Regalias" ...

 

consagradas no ACT/EDP 2014, NÃO SÃO UNIFORMES, para os Universos dos Beneficiários referidos.

 

Nomeadamente,

 

Por "se proteger" o CONFORTO da geração mais antiga (ou seja, a que está de saída até 2020 / 2021), e por "se abandonar" a INEXPERIÊNCIA da geração mais jovem (ou seja, a que continuará para além de 2020 / 2021).

 

 

Muito por "culpa" sindical, dos

"HOMENS DE SANTO TIRSO" !!!

 

 Quem são os "Homens de Santo Tirso" ??

- São os Líderes Sindicais Ângelo Pereira e Daniel Sampaio.

 

Que subscreveriam a versão de 2014, do ACT/EDP, no dia 25 de Julho de 2014, assinando-a em representação do conjunto de sindicatos afectos à UGT (no caso de Ângelo Pereira) e do conjunto de sindicatos afectos à CGTP (no caso de Daniel Sampaio).

 

 

Esta "responsabilização" era devida ...

 

em virtude de um "conjunto de sindicalistas" nomeadamente da geração mais antiga (aonde me incluo), se terem demarcado do "rumo dado" ao processo negocial de Revisão do ACT/EDP.

 

E que mais tarde ...

motivariam as "cisões" conhecidas, em sindicatos afectos à UGT, em sindicatos afectos à CGTP, e em sindicatos independentes.

 

Por fim ...

 --------------------------------------------

"citando" ... um jovem

 --------------------------------------------

 

(...)  É como digo,

para mim os sindicatos defendem os que lhes pagam

e neste momento os que pagam são os do ACT 2000

e é esses que interessa agradar,

tudo o resto é treta,

talvez no futuro com mais do ACT 2014

tentem fazer alguma coisa mas depois já vai ser tarde. (...)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos