Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jornal Online 'efepe' / sindical

Jornal Online 'efepe' / sindical

UFF ... TERMINOU !!!

por efepe, em 29.10.16

Ontem, sexta-feira, 28 de Outubro de 2016, ao chegar à minha residência, e na minha caixa de correio, tinha uma carta do Tribunal Judicial da comarca de Lisboa, Núcleo de Lisboa.

 

Depois de ler a carta, com a atenção devida, eis o meu desabafo: UFF ... TERMINOU !!!

 

Vamos lá aos factos ...

 

Acabei de ser "investigado" pelo Ministério Público do DIAP de Lisboa, por ter sido constituído arguído, em dois processos-crime instaurados pelo ofendido António Rui de Correia Carvalho Miranda, na qualidade de Secretário Geral Adjunto do Sindel - Sindicato Nacional da Indústria e Energia, em exercício, e que, contra mim, deduziu acusação particular e formulou pedido de indemnização civil.

 

Nomeadamente, devido ao exercício da minha actividade sindical, no âmbito do Sindel e da UGT, designadamente no sector energético nacional.

 

Mas,

com um maior "enfoque" e "incidência" nas causas e consequências co-laterais resultantes do "antes" e do "depois" do XI Congresso do Sindel, realizado nos passados dias 1, 2 e 3 de Março de 2013.

 

Razão pela qual, chegou a estar em "equação" ...

a possibilidade da repetição do XI Congresso do Sindel, só que agora na "barra do tribunal" (como sói dizer-se). E, com a envolvência da candidatura "Renovar é Preciso".

 

Para os "mais esquecidos" e/ou para os "menos esclarecidos" ...

importa recordar aqui e agora que, a candidatura "Renovar é Preciso" (que era "encabeçada" por mim) seria "impugnada" e "impedida", quer anti-democraticamente, quer anti-estatutáriamente, de participar na Eleição dos Delegados ao XI Congresso do Sindel.

 

Uma das "consequências" da impugnação e do impedimento atrás referido, seria a criação por mim de um "blog pessoal" denominado Jornal Online 'efepe' / sindical, no qual, passei a emitir as minhas opiniões de natureza sindical. E,

 

Uma outra das "consequências", seria a transformação (apenas "mudança" de denominação) da Página do Facebook, que serviu de apoio à candidatura "Renovar é Preciso",  para "Sindelando", de modo a continuar a opinar e a noticiar à cerca do Sindel (enquanto associado nº 5.176, com as quotas em dia, e por conseguinte, em pleno direito nos "Direitos e Deveres" de associado, conferido pelos estatutos em vigor).

  

Mais tarde, e em consequência do meu pedido de demissão de associado do Sindel, através de carta datada de 15-11-2015, dirigida ao Presidente daquele Sindicato, a Página de Facebook "Sindelando" passaria a ser denominada como "Sindicalmente". De modo a continuar a opinar e a noticiar à cerca do Movimento Sindical.

 

No interior do SINDEL, tendo como base, artigos de opinião (e noticias), extraídos quer do meu "blog pessoal"  denominado Jornal Online 'efepe' / sindical, quer da Página do Facebook (primeiramente denominada "Renovar é Preciso", posteriormente denominada "Sindelando" e por fim "Sindicalmente"), seria me "movido" um Processo Disciplinar, com intenção de "Expulsão" (de associado). Que por opção, não daria qualquer resposta à Nota de Culpa.

 

E, tendo como base, os mesmos artigos de opinião (e noticias), que originariam a Nota de Culpa do Processo Disciplinar (com a intenção de Expulsão de associado), mas agora acrescida, com uma "suspeição" a recair sobre a minha pessoa (sobre a responsabilização "hipotética" de ter criado uma Página de Facebook denominada Rui Miranda), o ofendido António Rui de Correia Carvalho Miranda (na qualidade de Secretário Geral Adjunto do Sindel e em exercicio) instaurar-me-ia DOIS PROCESSOS CRIME. Tendo sido constituído Arguído em ambos.

 

Da "investigação" ora terminada ...

uma das conclusões que se pode extrair, é que o ofendido António Rui de Correia Carvalho Miranda,  apenas manifestaria "preocupação" com a MANUTENÇÃO DOS CARGOS desempenhados nos órgãos sociais do Sindel - Sindicato Nacional da Indústria e Energia e da UGT - União Geral de Trabalhadores, e também com a sua "imagem" e "bom nome".

 

Com o encerramento da "investigação" ...

pretendo aqui e agora, AGRADECER PUBLICAMENTE a duas pessoas que me acompanharam, e me concederam o apoio necessário, no desenrolar das diligências dos dois processos-crime.

Refiro-me, necessáriamente, a António Matos Cristóvão (na qualidade de Presidente do Sinovae-Sindicato Inovação Energética) e a António Garcia Pereira (na qualidade de Advogado de Defesa).

 

A ambos, o meu MUITO OBRIGADO !!!

 

Por razões óbvias ...

também terminou a minha "preocupação" de opinar à cerca do "pseudo-sindicalista" Rui Miranda (do Sindel), que tem mantido para comigo uma "INIMIZADE" PROFUNDA, ao longo dos anos, no interior do Sindel. E agora, é INIMIGO PÚBLICO !!!

 

Uma "INIMIZADE PÚBLICA" ...

Que se consubstancia, na instauração dos dois processos-crimes acima mencionados, mas também no "facto", de o Inimigo Público  António Rui de Correia Carvalho Miranda Rui Miranda ter aceite "testemunhar" a favor de uma Entidade Patronal (no caso concreto da EDP Valor), e contra mim (ainda na qualidade do associado 5.176 do Sindel), num processo de Acção Cível que moveria contra a minha entidade patronal (no caso concreto da EDP Valor), por durante três anos consecutivos, me ter atribuido uma "valoração" NEGATIVA, no âmbito dos Processos de Avaliação do Desempenho Anuais.

 

É "básicamente" devido a este "facto"  ...

que em algumas situações de natureza político-sindical, utilizo o termo de "pseudo-sindicalista", quando pretendo referir-me a António Rui de Correia Carvalho Miranda, na qualidade de elemento dos órgãos sociais do Sindel-Sindicato Nacional da Indústria e Energia e/ou da UGT-União Geral de Trabalhadores.

 

E agora ?

 

Agora, obviamente que, irei pensar "maduramente", e naturalmente com a ajuda e colaboração do Advogado de Defesa António Garcia Pereira, qual a posição a tomar contra o agora "assumido" INIMIGO PÚBLICO António Rui de Correia Carvalho Miranda, e eventualmente, contra quem o acompanhou, nesta tentativa de 

"ASSASSINATO POLÍTICO-SINDICAL" 

 da minha pessoa.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos