Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jornal Online 'efepe' / sindical

Jornal Online 'efepe' / sindical

Uma nova "realidade" ... no Movimento Sindical

por efepe, em 04.08.17

Hoje, ao navegar no Facebook,

e na qualidade de sindicalista, que me prezo "ainda" ser,

tive o grato "prazer" de encontrar um bom exemplo

daquilo a que chamo "Sindicalismo Online".

 

Talvez, 

 

Mais do que as palavras, que possa dizer, as imagens que tive a "pachorra" de print-scanear, consigam transmitir a mensagem que pretendo ...

 

AutoEuropa0.png

AutoEuropa1.png

AutoEuropa2.png

AutoEuropa3.png

AutoEuropa4.png

AutoEuropa5.png

AutoEuropa6.png

AutoEuropa7.png

AutoEuropa8.png

AutoEuropa9.png

AutoEuropa10.png

 

 Sim, esta é a "luta" que está a ser travada na Auto-Europa.

 

Não me interessa os "protagonistas". 

O que me interessa realçar ...

é o local onde decorre o debate de ideias. 

 

Sim, sim, na "praça pública"

(entenda-se no Facebook).

 

 

Sem "complexos" ...

mas dentro das regras mais elementares do "civismo" democrático.

 

 

 

Nota de rodapé:

Se este meu artigo de opinião, servir de FORMAÇÃO SINDICAL, já fico imensamente feliz.

 

------------------------------------------------

REACÇÕES ONLINES

------------------------------------------------

(copiado de Ricardo Gonçalves)

É importante recordar, em relação ao atual confronto laboral

que existe na Auto-Europa em Setúbal,

o que se passou de semelhante quando,

o carismático Chora era o líder da comissão de trabalhadores da Auto-Europa,

e, sendo militante do P C P, fez um acordo com a Administração da Auto-Europa

contra a vontade da estrutura do P C P e foi expulso do PCP,

indo parar ao B E que o meteu nas listas de deputados e,

eu, conheci-o no Parlamento como deputado do B E

e lamentei que os dirigentes do P S de Setúbal não tivessem a abertura

e a disponibilidade de lugares, mesmo de dirigentes,

para convidarem o carismático Chora para ser candidato a deputado pelo P S. 



O Chora tinha chegado a acordo com a Administração

porque aceitou que a empresa encerrasse,

por duas ou três semanas,

em alternativa a despedir 800 trabalhadores,

foi, este acordo, que o P C P não lhe perdoou.



Actualmente,

o lider da comissão de trabalhadores já se demitiu,

porque 75% dos trabalhadores não aceitou o acordo

que ele fez para trabalharem por 3 turnos e aos Sábados

e empregarem mais 2000 trabalhadores

para fazerem um novo modelo de automóvel.

 

Talvez, passarem a fabricar 200 mil unidades por ano

o que é bom ( a Peugeot -Citroen em Vigo vai fazer 430 mil por ano),

respeito os trabalhadores como eu,

mas, a nova Comissão de Trabalhadores, que aí vêm,

não pode estar ao serviço do P C P, nem ao serviço do patronato,

têm que estar ao serviço dos trabalhadores e do país

e de todos os trabalhadores do país,

porque se a Auto-Europa existe em Portugal é porque recebeu

e, recebe, muitos apoios da União Europeia e do Estado Português,

que a têm apoiado em tudo, desde as infraestruturas,

até à formação profissional,

até a isenção de impostos e de Segurança Social,

para agora o P C P aproveitar e fazer a sua luta de classes

para apresentar mais uma Vitória de Pirro,

que até pode levar o novo modelo para outro país. 



É importante lembrar ao P C P

que hoje têm que meter a sua revolução na gaveta,

pois, a produção e exportação da Auto-Europa

é dos seus acionistas, mas também é do povo português,

que ajudou com os seus impostos,

para que a empresa seja a segunda maior exportadora do país. 



Além disso o PCP, é hoje,
um partido que faz parte do apoio ao atual governo

 

------------------------------------------------

 

Ó Fernando Pegas o Chora nunca aceitaria ir para o PS

que meteu o socialismo a muitos anos na gaveta,

quanto aos sindicatos que andam pela empresa

já os tem no bolso a muito tempo,

já te esqueceste de tudo o que era deliberado

com os delegados sindicais nada era depois acordado.

(Fernando Rosa - 04-08-2017)

------------------------------------------------

 

A razão deste Artigo de Opinião, tem haver muito com aquilo

que já tentei gerar que é o SINDICALISMO ONLINE,

no ambito do movimento sindical da edp.

Nomeadamente, na colaboração da criação

de uma pagina denominada Forum "act-edp",

para debate de temas relacionados.

 

 

Eu e a pessoa amiga proxima tivemos que "abrandar" a ideia,

pela simples razão de haver muitos "complexos"

em discutir e debater sindicalismo na PRAÇA PÚBLICA

(entenda-se o facebook).

 

Por haver "LOCAIS PRÓPRIOS" para o fazer.

Só que, estes "locais próprios" não funcionam,

há longos e longos anos (há mais de uma "vintena" de anos).

 

No entanto, e curiosamente, há sindicatos que criaram

as suas paginas oficiais em ambiente de facebook.

Mas, apenas funcionam em "um sentido"

(do sindicato para o publico-alvo).

Porque do publico-alvo para o Sindicato,

não há conveniência que funcione.

(Fernando Pêgas - 04-08-2017)

------------------------------------------------

 

E o exemplo que encontei ontem no facebook, ou seja,

a discussão publica do que se está a passar na Auto-Europa,

é para servir de exemplo do Sindicalismo Online

que é possivel se fazer, mas sem sindicalistas

de mentes "retrogradas".

(Fernando Pêgas - 04-08-2017)

------------------------------------------------

 

Fernando Rosa,

percebes agora, a razão deste post ?

(Fernando Pêgas - 04-08-2017)

------------------------------------------------

 

O medo voltou

(Fernando Rosa - 04-08-2017)

------------------------------------------------

 

Essa do "medo" ter voltado,

é necessária uma melhor explicação,

(Fernando Pêgas - 04-08-2017)

------------------------------------------------

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos