Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Jornal Online 'efepe' / sindical

Jornal Online 'efepe' / sindical

UM ANO DEPOIS ...

por efepe, em 27.11.16

O inicio da Acção Sindical no "terreno", do SINOVAE - Sindicato Inovação Energetica, seria "simbolicamente" marcado no Edificio Sede do Porto, do Grupo EDP, nos dias 18 e 19 de Novembro de 2015 ...

Um Ano Depois ....png

 

Passado um ano ...

- Importa fazer um breve "balanço" !!

 

I.

O SINOVAE participaria na Eleição dos Representantes dos Trabalhadores para as Comissões e Subcomissões de Segurança e Saúde no Trabalho, através de Listas Próprias, sob o lema "Interagir em Segurança", tendo sido atribuída a Lista E, nas empresas da EDP Produção, EDP Valor e Sãvida.

Cujo acto eleitoral se realizou no dia 15 de Fevereiro de 2016.

Não elegemos nenhum Representante.

 

II.

O SINOVAE participaria na Negociação Colectiva, da Revisão da Tabela Salarial e das Cláusulas de Expressão Pecuniária, para o periodo de 01 de Janeiro de 2016 a 31 de Dezembro de 2016.

 

JUSTIÇA HORARIA ... REPOSTA

por efepe, em 27.11.16

 

Na passada sexta feira (dia 25 de Novembro de 2016) ...

As Comissões Negociadoras da EDP e do SINOVAE, assinariam um "Protocolo", a implementar o Horário de Trabalho de 38 Horas, no regime de laboração por turnos, na Central de Mortagua.

 

AcordoHistorico1.png

AcordoHistorico2.png

AcordoHistorico3.png

 

  

 

O ACORDO É HISTÓRICO ...

- Por ser o "primeiro" Acordo estabelecido entre as duas entidades: EDP e SINOVAE.

 

Enquanto, 

A "NOTORIEDADE" DO ACORDO HISTÓRICO ...

 

Está na "reposição" da Justiça Horária,

 

nas duas únicas instalações de todo o Universo da EDP (na sua geografia de Portugal), aonde ainda não tinha chegado o Horário de Trabalho de 38 Horas, instituído pelo Acordo Colectivo de Trabalho (ACT/EDP 2014) em vigor.

Mais precisamente, nas Centrais de Mortágua e do Barreiro, da empresa Tergen.

 

Devido,

EXCLUSIVAMENTE ...

à "passividade" ... e/ou à "permeabilidade" ... 

demonstrada por TODOS OS SINDICATOS (à excepção do Sinovae) ... 

 

mas, designadamente, do Sindel (na Central de Mortágua)

e da Fiequimetal (na Central do Barreiro),

 

 

que em Dezembro de 2015,

"assinariam um Protocolo"

 

que "instituiría" o Horário de Trabalho de 40 Horas, naquelas duas Centrais da Tergen (do Barreiro e de Mortagua).

 

 

Com o "agravo" ...

de na Central de Mortágua ... 

os trabalhadores não terem sido

"ouvidos" ... nem "achados".

 

 

Finalmente,

A "RELEVÂNCIA" HISTÓRICA ...

 

Há ainda a registar, a "notoriedade" do trabalho sindical desenvolvido pelo SINOVAE (com "apenas" um ano de existência) conseguir 'EXIGIR' ... 

 

junto da Comissão Negociadora da EDP, 

 

A "APLICABILIDADE" DO ACT/EDP 2014

 

no que diz respeito ao Horário de Trabalho de 38 Horas.

 

--------------------------------

REACÇÕES

--------------------------------

InjustiçaReposta.png

 

EDP FLEX - Comissão de Acompanhamento do Plano de Pensões

por efepe, em 26.11.16

 

Entre o dia 23 e o dia 30 de Novembro de 2016, está a decorrer a 

 

Listas1 - Cópia.png

 

Olhando para o "Regulamento Eleitoral" ... que é constituído "APENAS" por sete (7) artigos ... a saber:

 

- 1º Candidaturas;

- 2º Reconhecimento dos Candidatos;

- 3º Votação por via eletrónica;

- 4º Apuramento dos resultados;

- 5º Tomada de Posse;

- 6º Outras informações; e

- 7º Resumo dos Prazos;

 

Penso que ... a democracia está a ser muito "mal-tratada" ...

FRAGILIZANDO-A !!

 

Pois, em democracia ...

E, em qualquer processo eleitoral, no mínimo, deverá conter "cadernos eleitorais" ... onde conste a identificação de TODOS os votantes.

 

E, para que se atinja a participação "desejável" ...

Acima dos 50% do total dos votantes (condição "imperativa" para efeitos de validade do processo eleitoral) será sempre "recomendável" associar uma "campanha eleitoral" prévia.

 

 

Ora, no presente processo eleitoral ...

Não estão contemplados os "cadernos eleitorais", nem a "campanha eleitoral" prévia. Nem o envolvimento do "representante" de cada uma das seis candidaturas, no processo de apuramento de Resultados.

 

 

E, a "pobreza democrática" do Regulamento Eleitoral ... 

 

1 - PENALIZA «fortemente» as candidaturas de "iniciativa sindical" e/ou de "iniciativa pessoal ou individual", por desconhecimento completo da identificação dos votantes. Bem como o número exacto de votantes.

E, por consequencia, qualquer tentativa de "campanha eleitoral" se torna infrutífera.

 

2 - BENEFICIA «fortemente» as candidaturas de "iniciativa empresarial" (designadamente, da área de Recursos Humanos) por deterem o acesso informatico a toda a informação mais conveniente para o processo eleitoral

 

 

Isto está acontecendo, no Grupo EDP ... por razões várias, que por ora, escuso-me a "especular".

 

 

POR FIM ... vejamos as seis (6) candidaturas,

apenas conhecidas ... no final do dia 23 de Novembro de 2016 ... curiosamente, o primeiro dia do período de votação

 

Listas1 - Cópia (2).png

Listas2 - Cópia.png

Listas3 - Cópia.png

 

Esperemos que, os "hackers" não apareçam !!

 

"COLAPSO" ??? ... Sim, Não, Talvez !!

por efepe, em 25.11.16

 

 

AGORA ... que eu sei ...

do veredicto final do Ministério Público que me "investigou", no processo-crime instaurado por José Ângelo Alves Pereira (na qualidade de Secretário Geral do Sindel) e por António Rui de Carvalho Miranda (na qualidade de Secretário Geral Adjunto do Sindel), 

 

de que fui ...

"DESELEGANTE ... "

mas não "criminoso",

 

  

E, ao serem verdade ... 

as ultimas informações fornecidas por pessoas amigas, com quem "partilhei" inúmeras emoções, de natureza sindical, durante a minha vivência no interior do SINDEL - Sindicato Nacional da Industria e da Energia, as minhas actuais "expectativas" e/ou "estados de espírito" para com os meus "inimigos" Ângelo Pereira e Rui Miranda, resume-se ao seguinte:

 

 Para com o "Actual" Secretário Geral do Sindel ...

 

Colapso.png

 

 Para com o "Futuro" Secretário Geral do Sindel ...

 

XII Congresso.png

 

Por fim,

Na qualidade de "Histórico" do Sindel ...

 

APELO daqui A TODOS

os que ainda "sentem" o Movimento Sindical como um bem necessário a "salvaguardar" ...

 

MEXAM-SE ... enquanto há tempo !!!

 

"SALVEM" O SINDEL !!!

 

Sindel.0.png

A "SUBVERSÃO" DO PODER DELIBERATIVO ...

por efepe, em 22.11.16

No passado sábado, dia 19 de Novembro de 2016, realizou-se em Coimbra, uma reunião ordinária do Conselho Geral, do SINDEL - Sindicato Nacional da Industria e da Energia.

 

Em cuja Ordem de Trabalhos, a temática do XII Congresso, surgia logo no seu ponto numero um.

 

AssembleiaEleitoral.png

O "Conselho Geral" ...

no Sindel - Sindicato Nacional da Industria e da Energia, e desde a sua criação (ocorrida no ano de 1979), sempre foi considerado e tido como o principal "PODER DELIBERATIVO" entre Congressos.

 

Entretanto ...

Com o aumento de "influência" de José Ângelo Pereira, no "poder executivo" (Secretariado Nacional) do SINDEL, o "poder deliberativo" (Conselho Geral) foi sendo "SUBVERTIDO" ao "poder executivo" (Secretariado Nacional).

 

Até que ...

Actualmente, o Conselho Geral já "não delibera" ... apenas é "ouvido" ... como se se tratasse de um mero "órgão consultivo" do Poder Executivo (Secretariado Nacional).

 

Como se pode "provar" ...

através da convocatória da Assembleia Eleitoral, para efeitos da Eleição dos Delegados ao XII Congresso, a realizar a 9 de Janeiro de 2017, publicada no site oficial da instituição em www.sindel.pt.

 

Em suma ...

HÁ UM "PODER ABSOLUTO" NO SINDEL !!!

 

SubversãoPoderes2.png

SubversãoPoderes2a.png

 

AOS "CONSELHEIROS GERAIS" DO SINDEL ...

por efepe, em 18.11.16

 

A Reunião Ordinária do Conselho Geral (o órgão social que deveria ser o principal órgão deliberativo entre Congressos), no SINDEL – Sindicato Nacional da Industria e da Energia,

agendada para o dia de amanhã, sábado, dia 19 de Novembro de 2016, em Coimbra,

SERÁ … para MUITOS de vocês … o “PONTO FINAL” das vossas “experiências sindicais” nos órgãos sociais do Sindel,

- quer devido à vossa idade;

- quer devido à vossa “nova situação” de reforma antecidada;

- quer ainda devido ao facto de as “inerências” para o XII Congresso, não "contemplar" o cargo de Conselho Geral.

  

Sindel.emblema.png

  

O “DESAFIO" que vos lanço daqui …

 

é para aproveitarem a vossa “ULTIMA OPORTUNIDADE” …

para pedirem uma “Prestação de Contas” do mandato 2013-2017 (quase, quase a terminar),

nomeadamente à LIDERANÇA BICÉFALA saída do XI Concresso (realizado no primeiro trimeste de 2013, em Coimbra).

 

E, para assim, "DESMENTIREM" todos aqueles que, por estratégia "político-sindical", vem dizendo que o Conselho Geral foi transformado num "grupo excursionista" que, anualmente, vai duas vezes ALMOÇAR A COIMBRA. 

 

 

Recordo que … no mandato de 2013-2017 …

 

Registaram-se “ocorrências” … que em nada “abona” … o “PRESTÍGIO DO SINDEL”, nos seus “quase” quarenta anos de existência (1979 – 2019).

 

Senão vejamos,

 

NA CONTRATAÇÃO COLECTIVA …

 

 

1 - Registar-se-ia um “mau exemplo” de FALTA DE AUDIÇÃO PRÉVIA:

 

No âmbito do processo negocial da Revisão do ACT/EDP, que daria origem à sua versão de 2014, “entregue” arbitrariamente a uma FRENTE SINDICAL, composta por um conjunto de Sindicatos filiados na central sindical UGT, que não ouviram previamente os associados do Sindel, e que decidiram “per si” as propostas a apresentarem, e que posteriormente chegaram aos associados como “facto consumado”, através da realização de Plenários de Trabalhadores para “chinês ver”.

 

Um outro mau exemplo de “Falta de Audição Prévia”, registar-se-ia na Central de Mortágua, quando à margem dos interesses dos trabalhadores, a Comissão Negociadora do Sindel (CNS/Sindel) “protocolou” o aumento do Horário de Trabalho de 38 Horas (previsto no ACT/EDP 2014) para um Horário de Trabalho de 40 Horas, no regime de laboração contínua por turnos.

 

 

2 - Outro “mau exemplo”, mas agora de FALTA DE SOLIDARIEDADE SINDICAL …

 

Registar-se-ia no âmbito do processo negocial da Revisão da Tabela Salarial e Cláusulas de expressão pecuniária, para vigorar no ano de 2016, quando o Secretario Geral Adjunto Antonio Rui Miranda “fomentaria” a REBELIÃO SINDICAL ocorrida à Mesa das Negociações, com a postura de “OU NÓS … OU ELES …”. Nunca antes verificada, nos quarenta anos de existência da EDP.

 

 

3 – Por fim, outro “mau exemplo”, mas agora de BLOQUEIO DE NEGOCIAÇÃO …

 

Registar-se-ia no âmbito do processo negocial do Subsidio de Estudo para Descendentes de Trabalhadores e Pensionistas, onde a delegação representativa do Sindel, na ultima reunião plenária de tentativa de chegar a um Acordo por unanimidade, simplesmente ABANDONARIA a mesa de negociação, bloqueando as negociações até aos dias de hoje.

 

 

POR FIM …

 

No âmbito da Justiça Laboral, o Secretário Geral Adjunto António Rui Miranda “predispôs-se” a TESTEMUNHAR A FAVOR de uma Entidade Patronal, e consequentemente, CONTRA um dos trabalhadores, que o

Sindel “apregoa” defender.

 

O trabalhador em causa era “ainda” associado do Sindel.

 

Simplesmente, “DEPRIMENTE” e “LAMENTÁVEL”.

 

E, que prejudica “fortemente” a IMAGEM DO SINDEL !!

INOVAÇÃO ... "CORTESÃONIANA"

por efepe, em 16.11.16

 

A "Ordem de Trabalhos" ...

da reunião ordinaria do Conselho Geral do Sindel, agendada para o proximo sábado, dia 19-11-2016, em Coimbra, e convocada por João Pedro Cortesão, na qualidade de Presidente da Mesa do Conselho Geral, é a seguinte:

 

Ordem.png

 

Após uma breve análise ... 

o que me "salta" de imediato à vista, é a 

 

"ordenação" das temáticas

 

que vão ser "abordadas", no principal órgão deliberativo entre Congressos, do SINDEL - Sindicato Nacional da Industria e da Energia, que se vem "auto-intitulando" o Mais Representativo dos trabalhadores do Grupo EDP.

Será mesmo?

 

  

Afinal ...

parece que, o SINDEL também seria "contagiado" pelo fenómeno da "INOVAÇÃO" ... (não igual à inovação que se tem vindo a verificar no Universo EDP, mas sim na inovação "original" do "Retrocesso" temporal: do Futuro para o Passado)

 

 

Caso não venha a ser "alterado" (no período antes da Ordem de Trabalhos) ...

O "ponto numero um" irá conduzir os Conselheiros Gerais a uma abordagem ao "FUTURO", através da discussão dos vários aspectos relacionados com o XII Congresso (somente  a realizar no ano de 2017).

 

De acordo, com a opinião de alguns associados, o assunto do ponto numero um, muito eventualmente, será o "TEMA DOMINANTE E QUENTE" (digamos assim) da reunião ordinária.

 

Posteriormente ...

E depois de concluída aquela discussão, o "ponto número dois", irá conduzir os Conselheiros Gerais ao "PASSADO", através da discussão em torno da leitura e aprovação da ata da reunião anterior (realizada em Março de 2016).

 

 

Concluindo ... a passagem do "FUTURO" para o "PASSADO" trata-se de uma   

 

INOVAÇÃO ... "CORTESÃONIANA"

  

 

SINDEL - Que tipo de "Liderança" vem aí ?

por efepe, em 14.11.16

 

PARA O PRÓXIMO SÁBADO ...

Dia 19 de Novembro de 2016, está "agendada" a reunião ordinária do Conselho Geral do Sindel - Sindicato Nacional da Industria e da Energia, a realizar em Coimbra.

  

A reunião do "órgão deliberativo" do Sindel, deverá ser "focalizada", para duas temáticas "dominantes":

- Para o Plano de Actividade para o ano de 2017 (que será "ano de congresso"); e

- Para o XII Congresso do Sindel a realizar no ano de 2017, em data e local a determinar na sessão.

 

 

Pelo que, muito provavelmente, será colocada a questão: "Que Liderança" ... ? 

 

Lideris2.jpg

 

UMA VEZ QUE ... é do conhecimento "quase" generalizado do universo Sindel - interno e externo - do "desentendimento" existente entre os "dois líderes" da actual Liderança Bicéfala.

  

COMPOSTA ... pelo Secretário Geral Ângelo Pereira, "ELEITO" no XI Congresso e pelo Secretário Geral Adjunto Rui Miranda, também "ELEITO" no XI Congresso, realizado no início do mês de Março do ano de 2013, em Coimbra.

 

A GRANDE "QUESTÃO" ... que muitos e muitos associados do Sindel colocam de momento,  É O DE SE SABER, dos dois actuais líderes ... De "quem fica (???)" ... e/ou  de  "quem sai (???)".

 

 Recordemos que, 

 

Durante os quase "Quarenta Anos" de existência (1979 / 2019), o  Sindel - Sindicato Nacional da Industria e da Energia, "experimentou" três tipos de Liderança.

 

A saber ...

 

- LIDERANÇA "A SOLO" ...

    Nos vários "mandatos" do Sindel de "Pato Ribeiro", da fundação do Sindel e até à "morte" de João Pato Ribeiro.

 

- LIDERANÇA "COLEGIAL" ...

    No último "mandato" (2009-2013) do Sindel de "Vitor Duarte", por efeito das "conclusões" do X Congresso do Sindel, realizado na Costa da Caparica, no ano de 2009, e até à "morte" de Victor Duarte.

 

- LIDERANÇA "BICÉFALA" ...

    No actual "mandato" (2013-2017) do Sindel de "Ângelo Pereira", por efeito da "eleição" (pela primeira vez nos quase quarenta anos de existência do Sindel) dos cargos de Secretário Geral e de Secretário Geral Adjunto, no XI Congresso do Sindel, realizado em Coimbra, no primeiro trimeste do ano de 2013, até à presente data.

 

 

APESAR DE ... de ter deixado de ser o associado nº 5.176 do Sindel  ... pela minha livre e expontânea vontade ... a partir da data do meu Pedido de Demissão ... (que curiosamente, amanhã fará um ano), 

 

AINDA ... não deixei de me "considerar" ... como que um "HISTÓRICO" DO SINDEL ... pelos "trinta e dois" anos (ininterruptos) de associado do Sindel (1983 - 2015) ... e de ter "desempenhado" o cargo de Delegado Sindical, durante o mesmo período temporal ... e tendo ainda desempenhado os "cargos" de Conselheiro Geral (no órgãos deliberativo) e de Secretário Nacional (no órgão executivo) ... bem como ter chegado a desempenhar cargos na UGT - União Geral de Trabalhadores, em representação do Sindel.

 

 

É, NA QUALIDADE ... de "Histórico do Sindel" ... penso ter "ainda" o DIREITO "ÉTICO" ... (e, muito provavelmente, o "Dever Ético") ... de me "pronunciar ainda" à cerca do Futuro Próximo da vida da instituição Sindel - Sindicato Nacional da Industria e da Energia.

 

 

NESTE SENTIDO ... (ou seja, o do "Futuro Próximo" do Sindel) ... CONFESSO QUE, por "razões óbvias" ... desconheço "por completo" a vida interna do Sindel ...  ao longo do "mandato" actual (2013 - 2017);

 

MAS ... por ser detentor de um "conhecimento profundo" ... das "características" e dos "perfis" ... dos "actuais" líderes sindicais Ângelo Pereira e de Rui Miranda;

 

ACHO QUE ... o "Futuro Próximo" do Sindel ... deveria "regressar" ao tipo de LIDERANÇA "A SOLO" ... tal, como se verificaria, nos anos "aureos", dos mandatos do Líder Histórico do Sindel João Pato Ribeiro.

 

E, EVITAR ... a todo o "custo" ... o "surgimento" de uma LIDERANÇA "CHEFIA" ... tão ao jeito das "características" ... do "perfil" de António Rui Miranda ... "ainda" Secretário Geral Adjunto do Sindel de "Ângelo Pereira".

 

TINHA QUE "DIZER" ISTO ... na semana, que poderá (muito bem) ser ... a "SEMANA S" ... da escolha do próximo Secretário Geral do Sindel. 

 

 

O Sindel Actual é "DIVISIONISTA" ... mas também "MESTRE" na Subserviência !!

por efepe, em 12.11.16

EM VIRTUDE ... de andar a "circular" muita INFORMAÇÃO FALSA a meu respeito (enquanto "sindicalista"),

DESIGNADAMENTE ... em muitos locais de trabalho do Universo EDP ... e também em "processos" que correm seus termos na justiça portuguesa,

POR INICIATIVA ... da actual "liderança bicéfala" do Sindel - Sindicato Nacional da Industria e da Energia, 

ACHEI POR BEM ... falar um pouco da minha "relação politico-sindical" com o projecto sindical "SINDEL".

Sindel.0.png

 

"ADERI" AO SINDEL ... enquanto projecto sindical, no lá longe ano de mil novecentos e oitenta e três (1983), por iniciativa de um "homem" amigo, solidário e também "militante" da matriz socialista, de nome Agostinho de Sousa Coelho. Que já não está entre nós. Aonde quer que estejas, OBRIGADO AGOSTINHO COELHO !!

 

"ENTREGUEI-ME" AO SINDEL ... com a "paixão" e a "intensidade", que me caracteriza, e de modo igual, com que me entrego a qualquer "projecto" a que diga 'SIM'.

 

NO ANO DA MINHA "ADESÃO"  AO SINDEL ... no ano de 1983, seria ainda "ELEITO" (e não "nomeado") para Delegado Sindical (porventura, por via da minha "experiência" de cinco anos na área da Justiça), por vontade dos associados do Sindel, do meu local de trabalho (no Largo Dr. Tito Fontes, 15 na cidade do Porto).

 

"DEPRESSA" ... me "aproximei" afectivamente (amizade)  do Secretário Geral João Pato Ribeiro. Ou seja, do líder histórico do "projecto sindical" Sindel e um dos "pilares" da UGT (enquanto manteve a "genuídade" da sua Declaração de Princípios).

 

GENERICAMENTE ... poderei aqui e agora afirmar, que João Pato Ribeiro seria o meu grande "inspirador" da minha "carreira" de sindicalista. 

Mesmo, quando não concordava com certas "posições" politico-sindicais do Secretário-Geral, e foram algumas. 

 

ENTRETANTO ... um "estúpido" acidente de viação, roubaria a vida ao "grande amigo" João Pato Ribeiro.

Aonde quer que estejas, MUITO OBRIGADO JOÃO PATO RIBEIRO !!

 

A HOMENAGEM ... que posso "prestar" ... é de afirmar com toda a minha "convicção" de que ...

Com a "morte" de João Pato Ribeiro, o Sindel "genuíno" (e da sua 'origem') também ficaria lá "atrás".

 

 

PROSSEGUINDO ... agora, no cargo de Secretário Geral do Sindel, 'SUCEDERIA' o denominado "número dois" de João Pato Ribeiro. Ou melhor, o Vice Secretário Geral, o também amigo VICTOR DUARTE.

 

MAS, NA VERDADE ... confesso aqui, o que sempre "confessei" ...  Victor Duarte não tinha "carisma sindical" para "liderar" um projecto da "grandeza" do Sindel, conseguida através da "expansão" do seu âmbito, a sectores de actividade "novos", para além do Sector da Energia (ou seja, o sector originário).  

 

(Um parêntesis ...)

 

A "EXPANSÃO" DO ÂMBITO ... seria o acrescentar da intervenção sindical do Sindel, em Sectores de Actividade como da área do Ambiente, da área da Indústria e da área dos Serviços, e incluindo ainda o Sector do Estado.

 

ALIÁS ... seria um dos "poucos" associados do Sindel, que manifestaria total "desacordo", com esta "expansão" do âmbito de actuação do Sindel.

 

POR PENSAR QUE ... era o mesmo ... de transformar um "forte" e "credível" Sindicato do Sector Energético, numa "frágil" Central Sindical ("não institucional"), em todos os sectores de actividade, incluindo o Estado.

 

(Retomando ...)

 

PORVENTURA ... por efeito das conclusões do X Congresso (realizado no ano de 2009, na Costa da Caparica), no qual estive "meio-presente" e "meio-ausente" (devido à minha entrada nos órgaos sociais do Partido Socialista, em data simultanea com a realização do X Congresso do Sindel),

 

ACONTECEU QUE  ... no inicio do "mandato" 2009-2013", o novo Secretário Geral Victor Duarte, seria "pressionado" a criar o Gabinete do Secretário Geral.

 

SURGINDO ASSIM ... no "novo" Sindel de Victor Duarte, aquilo que denominaria como uma ...

"LIDERANÇA COLEGIAL".

 

QUE ... para enorme "surpresa" minha, passaria a concentrar - "sub repticiamente" -  todos os "poderes" (deliberativo, executivo, disciplinar e fiscalizador) da estrutura organizativa do Sindel.  

Não pela via "estatutária" ... mas pela via da "opacidade".

 

O QUE "TORNARIA" ... os "estatutários" poderes: "deliberativo" (Conselho Geral), "disciplinar" (Conselho Disciplinar) e "fiscalizador" (Comissão Fiscalizadora de Contas), em "meras" «FIGURAS DE ESTILO», digamos assim.

Na "dependência directa" do Secretariado Nacional (estatutáriamente, detentor do "poder executivo"). 

 

SERIA "ESSENCIALMENTE" ... devido às dependências das "Figuras de Estilo" ... que daria inicio a uma "Rota de Colisão" (político-sindical) com as "duas principais figuras" do Sindel de Victor Duarte. 

Que seriam, o Secretário Geral Victor Duarte e o Secretario Geral Adjunto José Ângelo Pereira. 

 

UMA VEZ QUE ... a Presidenta do Sindicato Cecilia Baceira (eleita no X Congresso), também seria "transformada" numa "Figura de Estilo". Mas, dependente da Liderança Colegial (ou do Gabinete do Secretario Geral), e não do Secretariado Nacional.

 

ORA, POR TUDO ISTO ...  mas também devido ao "centralismo" no dito Gabinete do Secretário Geral, da Revisão do Acordo Colectivo de Trabalho do Grupo EDP (ACT/EDP)

Tão sómente ... o "principal" Instrumento de Regulamentação do Trabalho de "negociação colectiva" ... através da Comissão Negociadora Sindical do Sindel (CNS/Sindel) ... que por sua vez ... estaria "integrada" numa "FRENTE SINDICAL" ... que congregaria os Sindicatos afectos à Central Sindical da UGT, com intervenção sindical no âmbito das empresas do Grupo EDP.

 

E POR PENSAR QUE ... deveria haver uma "discussão prévia" ... quer entre os associados do Sindel ... quer também pelos trabalhadores em geral ... de propostas "tendentes" a MELHORAR, e não a PIORAR, os Direitos e Regalias contidos no referido ACT/EDP;

 

E, NÃO CONCORDANDO QUE ... a Comissão Negociadora Sindical do Sindel (CNS/Sindel), sob a orientação do Secretário Coordenador das Relações Laborais (António Rui Miranda), decidisse "per si" ...  e posteriormente, "impusesse" como facto consumado ... em "pseudos" Plenários de Trabalhadores ... somente para "chinês ver" (como sói dizer-se).

 

DECIDI ... a meio do "mandato sindical 2009-2013" ... e por "vontade própria" ... e enquanto Conselheiro Geral ("eleito" no X Congresso) ... retirar a minha "confiança político-sindical" ... à denominada LIDERANÇA COLEGIAL. Através de um "Documento" ... contendo a minha "intervenção político-sindical" ... na reunião ordinária do Conselho Geral ... e realizada no mês de Novembro do ano de dois mil e onze (2011), em Coimbra ... tendo entregue ao Presidente da Mesa do Conselho Geral (Armindo Vilela) ... o referido "Documento".

 

DE IMEDIATO ... iniciei a gerar um "movimento" ... de entre os associados descontentes ... nomeadamente, com a "degradação" da democracia interna do Sindel ... e que denomina-lo-ia por "RENOVAR É PRECISO" !!

 

ENTRETANTO ... de uma forma "repentina" ... e para "surpresa" geral ... o Secretário Geral do Sindel - Sindicato Nacional da Industria e da Energia,

Victor Duarte "faleceu".

 

RECORDO "PERFEITAMENTE" QUE ... ainda de madrugada (pelas quatro ou cinco horas) ... e via telemovel ... recebo uma "mensagem" ... do Juvenal Ribeiro ... dizendo: "O Victor Duarte morreu".

 

OBVIAMENTE QUE ... fiquei "desassossegado" emocionalmente.

 

MAS ... muito mais "desassossegado" fiquei ... quando pela manhã (pelas nove horas) ... recebo um telefonema ... do Jaime Santana ... a "apelar-me" ... para que não comparecesse ... no funeral do Victor Duarte ... a pedido "expresso" da familia.

 

NÃO "ESQUEÇO" !!! ... os "terríveis" momentos emocionais que vivi.

 

 

ENTRETANTO ... para o "cargo" de Secretário Geral do Sindel ... seria "nomeado" (e bem) ... o meu "grande amigo" José Ângelo Pereira ... na qualidade de Secretário Geral Adjunto em exercicio.

 

"ESCLAREÇO" AQUI E AGORA ... que a minha "amizade" com José Ângelo (primeiramente) ... e/ou com Ângelo Pereira (posteriormente) ... teve inicio nos "anos de oitenta" ...  quando nos "cruzamos pela primeira vez" ... nas instalações da EDP, em Sacavém ... à Rua Cidade de Goa (penso que seja assim) ... no inicio das nossas "carreiras profissionais" ... na Electricidade de Portugal, EP (Empresa Pública).

 

MAIS TARDE ... mas ainda nos primeiros "anos de oitenta" ... mas agora na Região Norte ... e quase que em "simultâneo" ... daríamos inicio às nossas "carreiras sindicais" ... até aos dias de hoje. 

Eu desde sempre, ligado ao Sindel. 

Enquanto, o José Ângelo começaria no STIEN, tendo transitado posteriormente para o Sindel. 

Eu e o José Ângelo ... politico-sindicalmente falando ... sempre fomos "muito próximos". 

 

ATÉ AO MOMENTO QUE ... eu, na qualidade de Conselheiro Geral ... e o Ângelo Pereira, na qualidade de Secretario Geral Adjunto ... mas, também um dos principais "influenciadores" da Liderança Colegial ... começamos a "divergir profundamente" ... quanto às "Figuras de Estilo" ... e também quanto ao "Gabinete do Secretário Geral".

 

E "DIVERGIMOS" ... (POR COMPLETO) ... após o falecimento de Victor Duarte.

 

EM VIRTUDE ... (DE ÂNGELO PEREIRA) ... não ter tido a "humildade" (politico-sindical) suficiente ... em tomar a "iniciativa", por efeito do seu "novo" cargo ... de não ter iniciado um "diálogo" político-sindical comigo ...  na qualidade de primeiro responsável do movimento "Renovar é Preciso" ... mas também ... por efeito do nosso "conhecimento mútuo" (de mais de trinta anos) ... na tentativa de em "conjunto" ... tentarmos "concertar um entendimento", quanto ao Congresso que se avizinhava;

 

DESIGNADAMENTE  ... em busca da "Unidade", que o Sindel estava precisando ... mas também ... em busca de uma verdadeira "Renovação" de quadros sindicais.

 

BEM PELO "CONTRÁRIO" ... Ângelo Pereira iniciaria "contactos" sim ... mas com os associados já "comprometidos" ... com a candidatura "Renovar é Preciso" ... na tentativa de os "persuadir" ... a mudarem para a "candidatura" ... afecta ao Gabinete do Secretario Geral ... agora, liderado por Ângelo Pereira.

 

HÁ UM BOM EXEMPLO ... que se "evidencia" dos demais (e inúmeros) exemplos ... é o de JORGE CANENA SANTOS !!!

Que viria a ser "eleito" no XI Congresso ... como Presidente do Sindel.

 

IMPORTA "ESCLARECER" ... aqui e agora ... que "inicialmente" ... JORGE CANENA SANTOS "comprometeu-se" comigo !!!

Tendo inclusivamente "assinado" (pelo seu próprio "punho") ... uma Declaração de Aceitação de Candidatura ... pela candidatura "Renovar é Preciso" !!

 

POR FIM ... na segunda feira "imediatamente" a seguir ... à realização do XI Congresso do Sindel ...  no ano de dois mil e treze (2013) ... tomei a iniciativa de colocar um "ponto final" ... à relação de amizade com JOSÉ ÂNGELO PEREIRA.

 

 

A PARTIR DE ENTÃO ... e ainda, no Sindel ... continuaria a "alimentar" ... o "vírus" do Sindicalismo (que há em mim) ... e "passaria" o exercício da minha actividade sindical ... para uma "plataforma digital" (como seja, as redes sociais). Designadamente, para a "plataforma" do Facebook.

 

INICIANDO ASSIM ... a minha " actividade e experiência" ... naquilo que denomino como "Sindicalismo Digital". 

 

 

A MINHA "NOVA" ACTIVIDADE SINDICAL ... na sua "essência" ... seria "focalizada" na CRÍTICA "CONSTANTE" ... pela simples razão, de ter sentido "maus-tratos" sindicais, "imerecidamente" ... para com a LIDERANÇA BICÉFALA ... (composta, pelo Secretário Geral José Ângelo Pereira e pelo Secretário Geral Adjunto António Rui Miranda) ... E "ELEITA" ... (pela "primeira vez" ... nos cerca de quarenta anos de existência do Sindel) ... no XI Congresso do Sindel, realizado em Coimbra, nos primeiros dias do mês de Março de 2013. 

 

PORÉM ... da minha actividade sindical "digital" ... na plataforma do Facebook ... mas também no meu blog pessoal "Jornal Online Efepe / Sindical" (entretanto criado) ... no SINDEL ... seria me instaurado um Processo Disciplinar com intenção de Expulsão (do Sindel) ... com base nos meus "escritos" ... no "final" do primeiro ou no "início" do segundo trimestre do ano de dois mil e quinze (2015). 

 

 

EM SIMULTÂNEO ... na Justiça Portuguesa ... ainda seria me instaurado dois processos crime ... com base nos mesmos "escritos" ... e numa "suspeição" (de António Rui Miranda sobre mim).

 

CURIOSAMENTE ... ou talvez não ... seria nos processos-crime (ainda não concluídos) ... que o Secretário Geral Adjunto (António Rui Miranda) ... conseguiria "evidenciar" ... ou melhor "desnudar" ... toda a "INIMIZADE" E "INVEJA" ... que sempre "nutriu" pela minha pessoa ... enquanto "sindicalista", no Sindel ... ao longo dos anos.

 

POR FIM ... uma "palavra" ... sobre a introdução da "Liderança Bicéfala" na vida interna do Sindel ... que "surpreendeu" pela negativa ... não só um elevado número de associados do Sindel ... como também muitos dos denominados "históricos" do Sindel.

 

HISTORICAMENTE ...  José Ângelo Pereira e António Rui Miranda ... terão que ser "responsabilizados" ... pela introdução no Sindel - Sindicato Nacional da Industria e da Energia, do  ...

ESPÍRITO "DIVISIONISTA" !!

 

 

ESPÍRITO "DIVIONISTA" ESTE ... que seria "reflectido" ... com um forte "impacto" ... na "negociação colectiva" da Revisão do ACT/EDP ... que daria "origem" à sua versão de 2014 ... no qual se pode, com "facilidade" ... "CONSTATAR" a existência de dois "universos" ... o "Universo dos Beneficiários" do Sistema SÃVIDA ... e/ou o Universo dos Beneficiários" do ACT/EDP 2000 ... e/ou ainda o "Universo dos MAIS VELHOS ... e, o "Universo dos Beneficiários" do Sistema FLEX ... e/ou o "Universo dos antigos contratos individuais" ... e/ou ainda o "Universo dos MAIS NOVOS.

 

 

CONCLUINDO ... na "actualidade" do Movimento Sindical ... 

o SINDEL - Sindicato Nacional da Industria e da Energia ...  É "DIVISIONISTA" !! 

 

 

Mas também ... É "MESTRE" NA SUBSERVIÊNCIA !!

 

 POR TER "CHEGADO AO PONTO" ... , de aceder a testemunhar (em Tribunal) ...  "A FAVOR" (de Entidades Patronais) ... e, consequentemente ... "CONTRA" (os Trabalhadores) ... que diz "representar". 

 

"RETRATO" DE RAQUEL VARELA ... EDP

por efepe, em 10.11.16

Esta semana, na área da Contabilidade (da EDP Valor), entraram em “produtivo”, os trabalhadores precários vinculados ao novo Prestador de Serviços com a denominação social de “EPIMETHEUS”

EPIMETHEUS.png

----------------------------------------------------------------------------------------

(copiado da Página de Facebook de Raquel Varela)

---------------------------------------------------------------------------------------

Raquel1.png

Raquel2.png

Raquel3.png

Raquel4.png

Raquel5.png

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos