Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Jornal Online 'efepe' / sindical

Jornal Online 'efepe' / sindical

CAMPOS DE FÉRIAS EDP ...

por efepe, em 29.10.17

20697269_L6zMz.png

 

Começando por "Historiar" um pouco ...

 

A matéria dos Campos e Colónias de Férias estava regulamentada num documento denominado "Estatuto Unificado do Pessoal EDP", abreviadamente denominado EUP/EDP. E que, por acordo entre as partes, as suas revisões eram negociadas entre a empresa (Grupo EDP) e a Comissão de Trabalhadores (ERT/CT).

 
Ora, acontece que,
 
à boleia da Revisão do ACT/EDP 2000, os varios parceiros (patronal, sindicais e ERT/CT) acordaram REVOGAR O EUP/EDP, integrando-o no ACT/EDP. À "revelia" do conhecimento geral.
 
 
Porém,
 
por "esquecimento" (ou talvez não) das partes "outorgantes" do novo ACT/EDP 2014, a matéria dos Campos e Colónias de Férias NÃO FOI TRANSFERIDA do EUP/EDP para o ACT/EDP.
 
Aliás, como aconteceu, relativamente a outras matérias. Designadamente algumas "regalias sociais", que anteriormente tinham sido "conquistadas" através da luta dos trabalhadores.
 
 
Decorrente do referido "esquecimento", e com a entrada em vigor do novo ACT/EDP 2014, a matéria dos Campos e Colónias de Férias passou para a esfera do "Acto de Gestão" do Grupo EDP. E, sem qualquer intervenção directa das estruturas representativas de trabalhadores.
 
 
Razão pela qual,
 
todo o "triste" espectáculo produzido pelo Sindel de Rui Miranda, quer em comunicados, quer à Mesa das Negociações, É ILEGITIMO !!!
 
 
Tivesse o Sindel de Rui Miranda, bem como os outros sindicatos "outorgantes", lido a versão final do ACT/EDP 2014, "ANTES" DE O ASSINAREM, atabalhoadamente e à pressa.
  
 
Tanto é assim que,
 
ao aperceberem-se do "grave erro cometido", o Sindel de Rui Miranda tomaria a iniciativa de promover um Abaixo Assinado (com um texto muito mal "contextualizado"), pela manutenção da "Gratuitidade" dos Campos e Colónias de Férias para os descendentes (filhos e netos) dos trabalhadores e pensionistas do Grupo EDP.
 
 
No entanto, o Abaixo Assinado resultou em "nada" ...
 
Uma vez que, o Sindel de Rui Miranda viria a apresentar uma proposta, no sentido do pagamento de cinquenta euros (€ 50,00) por cada descendente.
 
 
Concluindo, o comunicado do Sindel de Rui Miranda, datado de 27 de Outubro de 2017 ...
 

 É UMA "MENTIRA" !!!

 

Sindel.Campos de Ferias.png

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

Favoritos