Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




DÓI-ME MAIO, NO CORAÇÃO

por efepe, em 30.04.15

11196299_961727287200179_8364326721233031234_n.jpg

 


dói-me esta imensidão,
de bocas tristes, caladas,
sem vontade, sem paixão
de ver que está neste Maio,
a nossa Libertação...

Maio, é Grito,
é explosão,
é estreitar os abraços,
e estreitar-mos os laços
é cantar em união,
o que Zeca nos deixou,
nos poemas que clamou,
herança para maios futuros,
mas os ouvidos estão duros,
esqueceram a canção...

dói-me maio no coração,

ver tanta desilusão,
nos olhos do nosso Povo
já não vejo a multidão,
de outros maios de outrora,
e é Urgente,
chegou a hora,
de cantar Maio de novo,
Arriba!! Vamos embora!!
encher a Praça de gente,
desta gente descontente,
porque Maio é Agora...
vamos mostrar aos chacais,
que somos muitos,
muitos mais,
e é Urgente,

chegou a hora...

Arriba!! Vamos embora!!

dói-me Maio no coração,
estou sozinha na praça,

e Maio chegou,

agora...
 
 

rosamar

18313017_6CNqm.png

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:52


1 comentário

De Anónimo a 22.12.2016 às 01:20

Belo!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D