Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O "PODER" ... CORROMPE MESMO

por efepe, em 09.05.15

E o mellhor exemplo que conheço é o de José Ângelo Alves Pereira.

Angelo.png

Conhecemo-nos entre os anos de 1980 / 1981, quando ambos frequentavamos o Bar instalado num pavilhão pre-fabricado, sito nos terrenos da então Electricidade de Portugal, EP, à Rua Cidade de Goa, 4 em Sacavém. Estavamos no inicio das nossas carreiras profissionais na EDP.

 

Entretanto, a partir de 1983, a nossa relação de amizade viria a consolidar-se, ao frequentarmos os mesmos "eventos" de caracter sindical (reuniões, plenários, manifestações, congressos, etc.) sob as mesmas bandeiras. A bandeira do Sindel e a bandeira da UGT.

 

Em suma, fizemos um percurso sindical quase em "paralelo", consubstanciado numa carreira de intensa actividade, quer como delegado sindical, quer no dirigismo sindical, durante trinta anos (1983 / 2013).

 

Ao longo de todos estes anos, no Movimento Sindical, mantive sempre a mesma "identificação": o primeiro (Fernando) e o último nome (Pêgas).

 

Enquanto que, José Ângelo Alves Pereira, teve a "necessidade" (sabe se lá porquê) de utilizar duas identificações. Primeiramente, utilizou a identificação de José Ângelo, para posteriormente passar a utilizar a identificação de Ângelo Pereira.

 

Obviamente que, entre o José Ângelo e o Ângelo Pereira, há diferenças "abismais".

 

O José Ângelo que conheci bem, e por quem me "atravessava" sempre que necessário, em defesa da sua honorabilidade sindical ... era um agente sindical "humilde", de "bom caracter", "missionario" e "solidario".

 

Mais tarde, quando a sua ambição o levou a número dois do "poder executivo" (Secretariado Nacional) - ou seja, após a realização do X Congresso -  o José Ângelo daria lugar ao Ângelo Pereira.

 

 

O Ângelo Pereira,  que também conheci bem, passaria a ser um agente sindical "arrogante", de "mau caracter", "interesseiro" e "elitista". Deixando inclusivamente de praticar a "democracia" (e a transparência) e passando a praticar o "autoritarismo" (e a opacidade).

 

A grande diferença sentida na mudança do José Angelo para Ângelo Pereira, foi a instituição de uma nova "filosofia" de estar na vida. Retratando-a pela filosofia do "nem ... nem ..."

Que se consubstancia, na sua essência, no "não atendimento" do telefone, e na "não resposta" a correspondência.

 

Esta mudança de atitude, conjuntamente com as "mudanças" registadas no X Congresso, levou-me a tomar a iniciativa de "romper" com a confiança politica depositada, quer no Secretario-Geral Victor Duarte, quer no Secretario-Geral Adjunto Ângelo Pereira, a meio do mandato '2009 - 2013'.

 

A partir daquela ruptura politica, obviamente que, eu e Ângelo Pereira, passaríamos a "adversários" politico-sindicais. 

 

O "autoritarismo" e a "opacidade" de Ângelo Pereira, revelar-se-iam nos "preparativos" do XI Congresso, realizado nos dias 1 a 3 de Março de 2013, em Coimbra. Nomeadamente, através de "manipulações estatutárias" e de "suspeições infundadas e não provadas", com o único objectivo de IMPEDIR a Candidatura "Renovar é Preciso" de ir a votos na Eleição dos Delegados ao XI Congresso.

 

Um bom exemplo do "autoritarismo"  ...

É o simples facto de se ter solicitado o acesso à listagem de associados, que iria servir de "caderno eleitoral" na eleição dos Delegados ao XI Congresso, de modo a facilitar a "constituição" das Listas por cada uma das quatro Zonas (Norte, Centro, Tejo e Sul) da candidatura Renovar é Preciso, ter sido considerado como uma espécie de um "crime" politico-sindical !

 

E, foi desta maneira "indigna", que Ângelo Pereira impediu o "NOSSO CONFRONTO SINDICAL" em Congresso !!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:30


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D