Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




POEMA DE MAIO

por efepe, em 30.04.15

11165226_985196988165426_989029504147611181_n.jpg

 POEMA DE MAIO


Em Maio soprou sempre mais alto
a ventania de meu país descontente
Que Maio não é o dia,antes o salto
do cavalo verde desta luta urgente

No mais duro lugar da escuridão
sempre em Maio conseguimos atear
a fogueira colectiva,o canto mais chão
que o braço do homem consegue tocar

Também em Maio nos feriram.Mas a ferida
que deixámos no olhar de quem nos viu
foi a pétala de cor,a haste da vida
com que um dia de Abril este Maio floriu

Hoje Maio é mais claro.É uma aragem
empurrando o nosso barco para o mar
como se a gente inventasse aqui uma viagem
e nunca mais ninguém queira parar.

manuel branco

ManuelBranco.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:23



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D