Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




REUNIÃO DE NOTAS SOLTAS

por efepe, em 21.06.18

fcp1.png

 

 

Na sequência da Reunião Plenária,

no âmbito do ACT/EDP 2014,

realizada no dia 20 de Junho de 2018,

o Sinovae emitiu o comunicado seguinte:

 

  

REUNIÃO DE NOTAS SOLTAS

 

A EDP veio para a reunião com os Sindicatos transmitir notas soltas, sobre dois temas:

 

AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO

 

Mais um ano com avaliações à medida do dinheiro disponível e pouco mais podemos tirar do conjunto de números que a Empresa nos apresentou.

 

Critérios muito discutíveis, tal como toda a avaliação de desempenho, para promover quem teve a sorte de ser contemplado.

 

Muita parra e pouca uva, e por isso as nossas espectativas eram mínimas em relação a uma avaliação de desempenho feita numa Empresa, sem cultura para a fazer e com gente provavelmente pouco formada para tal.

 

Em suma, voltemos ao processo de progressões na carreira em moldes idênticos ao do ACT de 2000, porque esta pseudo - meritocracia falhou rotundamente.

 

 

AMBIENTE DE TRABALHO

 

A Empresa apresentou mais um conjunto de notas soltas sobre os graus de satisfação dos seus trabalhadores, destacando-se a interação entre o social e o profissional, com a componente do voluntariado a tomar a dianteira como contributo para um ambiente de trabalho mais equilibrado.

 

Mas, destacamos um acentuado e cada vez maior, descontentamento entre os colaboradores mais recentes, que normalmente se traduzem na saída para outras empresas ou aprofundam um mal estar, que se repercute na sua motivação, logo na suas performances profissionais.

 

É insuficiente o argumento, de que as nossas médias de avaliação de satisfação estão acima da empresas com um nível idêntico ao nosso, por isso há que tomar medidas incentivadoras para atingirmos outros objectivos mais ambiciosos.

 

SAÚDE

 

O SINOVAE já apresentou e divulgou as suas propostas para a Saúde, esperamos que todos os outros o façam para iniciarmos as reuniões com a EDP.

 

 

As nossas propostas contemplam todos os trabalhadores, sejam do ACT/2000 ou do Flex

 

PROMOÇÕES POR AVALIAÇÃO A IMPLEMENTAR ESTE MÊS

 

A EDP informou que este mês vai já implementar as promoções resultantes da avaliação de desempenho aos contemplados pela mesma.

 

 

PRÓXIMA REUNIÃO 3 de Julho de 2018.

A Direcção                                                                                                                                   20.6.18


---------------------------------------------

 ---------------------------------------------

 

Na sequência da mesma Reunião Plenária,

o Sindel emitiu o comunicado seguinte:

 Sindel.1.png

Sindel.2.png

 

Reacçoes.png

  (copiado da pagina do facebook de Fernando Pêgas)

Sindel.2a.png

SUBSIDIO DE ESTUDO PARA DESCENDENTES:

- Apesar de a Reunião de ontem (20-06-2018), não ter sido Plenária (na opinião do Sindel) e apesar de estar "escondida" (no final do comunicado),

 

A RESPOSTA DA EDP À "CARTA ABERTA"

- Que o Sindel endereçou ao Doutor António Mexia (em 18 de Maio de 2018) consta no comunicado do Sindel de 20 de Junho de 2018.

(Fernando Pêgas - 21-06-2018 11:57)

 

---------------------------------------------

 ---------------------------------------------

 

 (copiado da pagina do facebook de Fernando Pêgas)

Sindel.2b.png

 

DIZ O SINDEL ...

"Os trabalhadores das ex-O&M e EME2, que vão ter a carreira acelerada para a BR 3, manterão os pontos da avaliação deste ano."

 

MAS, NÃO SE FIQUE A PENSAR ...

Que a "aceleração de carreira" para a BR 3, dos trabalhadores oriundos da O&M e EME2, decorre de qualquer intervenção sindical do Sindel.

Importa esclarecer que, a referida "aceleração de carreira" decorre de propostas das hierarquias directas dos referidos trabalhadores, no âmbito do Processo de Avaliação de Desempenho.

 

No entanto,

 

Importa também referir que, OS "MAUS ESTARES" DOS ELECTRICISTAS EM INICIO DE CARREIRA não ficam resolvidos na sua totalidade.

 

PORQUE HÁ ...

Electricistas admitidos "directamente" numa das empresas do Grupo EDP, através de Contrato Individual, que não foram contemplados na "Aceleração de Carreira" atrás referenciada.

(Fernando Pêgas - 21-06-2018 11:42)

 

---------------------------------------------

 ---------------------------------------------

 

 (copiado da pagina do facebook de Fernando Pêgas)

TabelaAjudasCusto.png

 

No recibo de remunerações do mês de Maio de 2018, os trabalhadores do Grupo EDP, foram "surpreendidos" com a Mensagem Institucional - Atualização da tabela de ajudas de custo: Os valores de ajudas de custo pagos em deslocação em serviço, em territorio nacional e estrangeiro, foram atualizados com efeitos a Janeiro de 2018.

 

Perante esta "unilateralidade" do Grupo EDP, na ultima Reunião Plenária realizada no dia 20 de Junho de 2018, era expectável uma reacção sindical"encabeçada" pela Frente de Energia da CGTP e/ou pela Frente Sindical da UGT. Porém, 

NEM UMA PALAVRA POR PARTE DOS SINDICATOS !!!

 (Fernando Pêgas - 22-06-2018 11:55)

 

---------------------------------------------

 

Cada vez me surprendo mais.

Por este caminho, a EDP passa a impor todo o ACT

por acto de gestão e pronto, todos ficam contentes..........

 (Manuel Ferreira - 22-06-2018 12:04)

 

---------------------------------------------

 

Porque será? A pergunta imposta.


Resposta: Enquanto andam todos de costas uns para os outros e

a ver quem mata primeiro, a empresa faz o que bem quer e lhe apetece. 
... ... !
Até quando ?

 (Jorge Fontes Silva - 22-06-2018 12:07)

 

---------------------------------------------

 

Até quando os Lideres Sindicais da Frente Energia da CGTP

e da Frente Sindical da UGT "perceberem" que a

UNIDADE PASSA POR TODOS OS SINDICATOS

(sejam eles "novos" ou "velhos").

  

E que qualquer que seja a Estratégia Sindical

terá que ser Comum.

  

Caso contrário, o caminho será mesmo o da "destruição"

de tudo o que as gerações passadas conquistaram e deixaram.

 (Fernando Pêgas - 22-06-2018 13:27)

 

---------------------------------------------

 

Meus caros amigos Manuel Ferreira e Jorge Fontes Silva,

a situação actual do Movimento Sindical na EDP

É MESMO GRAVE !!

 

E, a partir de 3 de Julho de 2018,

vai ter inicio a discussão do Anexo VIII

relativo ao "nosso" Esquema de Saúde.

  

Por exemplo, a Frente de Energia da CGTP

"ainda" não apresentou qualquer proposta.

  

Por aqui se pode ver a FALTA DE TUDO ...

para levar a bom termo uma temática

que interessa a todos trabalhadores, reformados

e pensionistas do Grupo EDP e seus agragados familiares.

 

Sinceramente, sinto-me muito, muito mesmo, "intranquilo", "preocupado"

e de certa maneira, com alguma "tristeza", com o caminho que a EDP está a levar.

(Fernando Pêgas - 22-06-2018 13:32)

 

---------------------------------------------

 

"Tem de se tornar numa causa"
😅😅😅😅


À espera de quê e de quem?

... moinhos de vento. 

D. Quixote o salvador!

... acreditar no pai Natal. 


Para os reformados e pensionistas existe e temos na mão

(se assim os ditos o entenderem - adesão à APRe)

a possibilidade e a curto prazo de termos quem defenda os nossos interesses.


Por tudo aquilo que temos visto

(quer nesta página, quer noutras ; sindicatos incluidos)

não se vislumbra nada no horizonte. 
... ...!

* aconselho a verem o sitio da APRe.
Alguém em tempos me disse que era uma organização de cúpula.


Pois informo que numa possibilidade de a mesma se sentar

à mesa das negociações, os representantes são as pessoas

que fazem parte dos reformados e pensionistas.

 (Jorge Fontes Silva - 22-06-2018 10:58)

 

---------------------------------------------

 

Meu caro Jorge Fontes Silva,

como tu bem sabes, desde a primeira hora,

que não sou defensor da adesão à APRe.

  Pela simples razão,

de que entre os reformados e pensionistas do Grupo EDP

há GENTE CAPAZ para a construção de uma FORÇA SOCIAL

que represente todos os Reformados e Pensionistas

do Grupo EDP e do Grupo REN,

e com uma enorme vantagem:

conhecem o Grupo EDP e o Grupo REN

há muitos, muitos anos.

Décadas mesmo.

Por esse "caminho", NÃO VOU !!

(Fernando Pêgas - 23-06-2018 14:31)

 

---------------------------------------------

 

Pois pois caro amigo. 

Pegando em tudo que tens postado / comentado / alertado(!!!...),

bem os reformados e pensionistas podem esperar sentados

( a ver os dias passando a meses e a anos)

e o D. Sebastião não aparece.


Mais poderia comentar,

mas considero que não merece a pena,

muito menos ferir susceptibilidades a quem quer que seja. 

Continuo a esperar sentado... !

 (Jorge Fontes Silva - 22-06-2018 15:38)

 

---------------------------------------------

 

Meu caro Jorge Fontes Silva, quanto à tua provocação:

"À espera de quê e de quem? ... moinhos de vento.

D. Quixote o salvador! ... acreditar no pai Natal.

Direi que ...

 

Na minha perspectiva, há uma questão mais importante:

"COMBATER O TERRORISMO SINDICAL"

actualmente implantado no Movimento Sindical do Grupo EDP !!!

  

Explicando:

Desde as negociações da Revogação do EUP e da Revisão do ACT/EDP 2000

que dariam origem ao ACT/EDP 2014, actualmente em vigor,

a Frente de Energia da CGTP e a Frente Sindical da UGT,

em conjunto ou em separado,

transformaram o Movimento Sindical da EDP,

como não houvessem mais parceiros sindicais para além deles.

 

E, sem qualquer AUDIÇÃO PRÉVIA

dos principais beneficiários oriundos do ACT/EDP 2000,

mas também dos beneficiários oriundos de Contratos Individuais,

 

DECIDIRAM POR SI SÓ "vender" ao Grupo EDP,

por exemplo, o "PODER DE ADMITIR" (do exterior),

o "PODER DE MOVIMENTAR (internamente)

e/ou o "PODER DE PROGRESSÃO" (na Carreira Profissional).

 

O modo como todas estas "perdas" ocorreram,

conjuntamente com outras "perdas" de Direitos e Regalias,

é que constituem o tal "TERRORISMO SINDICAL" que refiro atrás.

 

Penso que, construir mais uma "Estrutura Representativa"

(no caso concreto de Reformados e Pensionistas),

sem primeiro haver um combate sério ao referido

TERRORISMO SINDICAL

é "dividir" ainda mais o já dividido

Movimento Sindical do Grupo EDP.

  

Penso que, primeiramente,

é necessário "retirar" da Mesa das Negociações

do Grupo EDP TODA A "PODRIDÃO" que por lá anda.

 

Depois sim, é necessário injectar "Sangue Limpo"

e aonde tudo se resolve, através de um Diálogo Social

que se pretende sem "imparidades" (ou melhor,

sem estruturas representativas de primeiro grau

e/ou de segundo grau).

(Fernando Pêgas - 23-06-2018 15:36)

 

---------------------------------------------

 

 (copiado da pagina do facebook de Comunidade EDP)

CombaterTerrorismoSindical.png

(Fernando Pêgas - 23-06-2018 19:48)

 ---------------------------------------------

 

Sem dúvida. Concordo com o que afirmas.

Nem sempre a pressa é boa companheira.

O problema existente é eminentemante Sindical,

melhor dizendo, a falta der uma só frente unida,

pelo menos nos objetivos,

é que a luta poderá dar os seus frutos.

 

 

É como dizes, torna-se necessário injetar sangue novo,

dado que algumas dessas estruturas estão cheias de vícios (maus).

 

 

E há razões para fazer esta afirmação,

como é a da "podridão" que anda pela mesa de negociações.

Alguns Sindicatos acomodaram-se à situação (a troco sei lá de quê?)

e, pasme-se, ao ponto de consentir que a empresa lide com o ACT/EDP

com este fosse um guia para as suas decisões por atos de gestão.

É incrível o que se está a passar.

 

A pressa nem sempre é boa conselheira,

mas neste caso a urgência de medidas

que ponham termo a esta situação não pode esperar,

porque se o fizer arriscamos ser confrontados com atos consumados.

Deixo aqui um alerta:

Li com muita atenção os vários acordãos dando razão aos trabalhadores da EDP,

sempre que havia algum recurso por infração às regras estabelecidas.

(Manuel Ferreira - 23-06-2018 22:40)

 

---------------------------------------------

 

Meu caro Manuel Ferreira, penso que,

a abordagem que vai ser feita ao Anexo VIII (Esquema de Saúde)

à Mesa das Negociações no ambito do ACT/EDP ,

a partir do dia 3 de Julho,

é uma excelente oportunidade

para REVITALIZAR o Diálogo Social entre todos.

Para isso, basta a boa vontade de todos,

em torno da "causa" da SAÚDE,

que deve ser de todos, e não de ninguém em particular.

(Fernando Pêgas - 23-06-2018 23:35)

 

 ---------------------------------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:55



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D