Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




TABELA SALARIAL 2015 - GRUPO EDP

por efepe, em 13.05.15

MENTIR POR "OMISSÃO" ...

No passado dia 05-01-2015, realizou-se uma reunião de trabalho (não nos consta que a mesma não se tivesse realizado ou que tivesse sido adiada), cujo principal tema da Ordem de Trabalhos era a "Discussão e aprovação da politica reinvidicativa para 2015".

10364118_1378005335831368_2597997651316932269_n.jp

 No Grupo EDP, o Processo Negocial da Tabela Salarial e outras clausulas de expressão pecuniária para o ano de 2015, já teve o seu início. Segundo informação de um outro Sindicato.


LAMENTAVELMENTE, o Sindel ainda não comunicou / informou os seus associados e o público em geral, qual a sua Proposta.


OU SERÁ, QUE AINDA NÃO HÁ PROPOSTA PARA O ANO 2015 ?

 

1613894_1378005325831369_5554184048332049913_n.jpg

 Iniciaram-se hoje as negociações das atualizações da Tabela Salarial e Cláusulas de Expressão Pecuniária para 2015, no Grupo EDP.

O SINDEL apresentou uma proposta de 2,5% com arredondamento ao Euro superior.

A EDP apresentou inicialmente uma proposta de 0% e perante a indignação de todas as estruturas reformulou para 0,1%.

Foi assinado o protocolo negocial estabelecendo que as reuniões sejam realizadas semanalmente, às 4ªs feiras.

Sobre a proposta da EDP, o SINDEL afirmou que obviamente não tinha condições de alterar a sua posição e manifestou o seu desagrado em, depois de assinado o ACT com todo o folclore adjacente, a EDP ter tido a ousadia de vir apresentar uma “não proposta”.

0,1% ou 0,0% é a mesma coisa!
Face aos argumentos da EDP de que poderemos ter uma deflação, o SINDEL respondeu que, para além de não se saber se essa realidade vai ser um facto, a atualização salarial para 2015 deveria permitir repor o poder de compra perdido face à carga fiscal e permitir algum consumo que contribuísse na recuperação económica do País.

Esperamos que, na próxima reunião, a EDP apresente valores que nos permitam alterar a nossa posição.

No início da reunião foram levantados os seguintes pontos prévios:

1. SUBSÍDIO DE FÉRIAS 2015

A EDP informou que, cumprindo o acordo estabelecido com os Sindicatos, em 17/12/2014, iria antecipar o pagamento do subsídio de férias para o 1º trimestre de 2015 (Fevereiro ou Março).

2. CONCESSÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

O SINDEL questionou a EDP acerca do não cumprimento do protocolo (e já clausulado) referente à concessão da energia elétrica nos moldes negociados, a saber:
- Cumprimento dos valores mensais (80% desconto) e anuais (1.375,00);
- Obrigatoriedade de pagamento por débito direto em conta bancária para a concessão do desconto de trabalhador;
- Reposição dos casos de perda da concessão;

A EDP respondeu-nos que o acordado era para se cumprir e que, até Março esperava ter pronta a aplicação informática que permite verificar automaticamente todas as anomalias.

O processo está a ser feito manualmente e admite existir informação errada.

Solicitou que todos os casos sejam colocados, quer diretamente à Empresa, quer através do Sindicato.

O SINDEL também já solicitou uma reunião com representantes da EDP para a discussão dos casos concretos que lhe foram colocados, nomeadamente a produção de efeitos do protocolo em todas as suas vertentes.

No entanto e em relação aos trabalhadores que perderam a concessão, quer por força de alteração de titularidade do contrato, mudança de casa ou simplesmente porque mudaram para a EDP Comercial, informamos que se o seu caso ainda não foi resolvido total ou parcialmente devem enviar o contrato e/ou a fatura da EDP Comercial (sem desconto) e a última fatura com a EDP Serviço Universal para contacto.edpvalor@edp.pt a pedir o benefício, indicando o número de funcionário. Podem também ligar para a EDP Valor e saber sobre o andamento do processo, ou para encontrar uma alternativa ao envio eletrónico dos documentos – 808 500 355 – digitar a opção 1.

Serão as Soluções Comerciais que, ao rececionarem o contrato, validarão os dados e enviarão à EDP Comercial, que depois irá inserir o benefício no contrato, ou proceder ao crédito correspondente.

Lisboa, 14/01/2015
O Secretariado do SINDEL

 

1613870_1378005322498036_6098558542973935554_n.jpg

 Na reunião de hoje a EDP alterou a sua posição para 0,2%.

Com esta alteração, o SINDEL ainda não viu reunidas as condições para modificar a sua proposta inicial de 2,5%.

Começamos a ficar preocupados com a postura da EDP neste processo negocial!

Depois de terminar a negociação do ACT, tudo indicava que as negociações salariais em 2015 se pudessem desenrolar de forma célere e no caminho de um compromisso satisfatório para todas as partes.

A EDP parece não querer seguir esse caminho!

O SINDEL espera que, na próxima reunião, se reúnam as condições que permitam avançar positivamente no sentido da convergência.

O SINDEL não abdica porém, que o interesse dos trabalhadores seja a prioridade.

Esteja atento!
Adira ao SINDEL!
Visite www.sindel.pt

Lisboa, 21 de janeiro de 2015
O Secretariado do SINDEL

 

11002594_1378005225831379_3848092892540689208_n.jp

 Na reunião de hoje, o SINDEL reiterou a sua convicção de que a EDP começou as negociações com pressupostos errados, ou seja, os de que 2015 poderia vir a ser também um ano de deflação.

Os últimos acontecimentos e intervenções das instâncias Europeias vieram dar-nos razão!

Mais razão tivemos ao não mexer na nossa proposta inicial de 2,5%, na última reunião!

Hoje, a EDP, em resposta a estes nossos argumentos, reformulou a sua proposta para 0,3%, o que em nosso entender continua a “saber a pouco”.

Mas perante um cenário de impasse no processo, o SINDEL reforçando a vontade em negociar que tem desde o início, alterou a sua proposta para 2,1%, na expetativa de que a EDP tome agora o rumo certo, ao refletir nas suas posições o real valor ao contributo dos seus trabalhadores nos resultados do Grupo.

Foi o desafio que fizemos à EDP para a próxima reunião.

Lisboa, 28 de janeiro de 2015
O Secretariado do SINDEL

 

10429439_1378005215831380_3489186264234275635_n.jp

Hoje, a EDP, reformulou a sua proposta para 0,4%.

Em resposta o SINDEL alterou a sua proposta para 1,9%.

Os trabalhadores da EDP merecem que a Empresa apresente valores que lhes reconheçam o mérito em prol da consolidação dos resultados financeiros do Grupo.

O SINDEL espera que, na próxima reunião, a EDP caminhe de facto no sentido de um acordo, apresentando propostas mais condizentes com esse propósito.

O SINDEL já anunciou ter poder negocial, mas espera não o esgotar se a EDP continuar com estes passos tímidos!

Como ponto prévio, o SINDEL chamou a atenção da EDP para os significativos atrasos nos reembolsos do sistema de Saúde. A EDP explicou-nos que tal facto se deveu à uniformização entre sistemas informáticos, mas existe o compromisso de até à emissão das declarações do IRS os reembolsos estarem todos resolvidos, salvo os que estiverem dependentes de alguma documentação.

Lisboa, 4 de fevereiro de 2015
O Secretariado do SINDEL

 

10359492_1378004685831433_2147821928968200857_n.jp

O SINDEL continua a defender uma atualização salarial para 2015 que reconheça aos trabalhadores da EDP o seu papel na consolidação dos resultados económicos e financeiros do Grupo.

O SINDEL reafirma mais uma vez ter poder negocial e pretende chegar a um acordo, mas a EDP tem que corresponder a este nosso propósito, apresentando propostas condizentes.

Estamos a chegar ao número de reuniões que, em processos negociais anteriores, permitiram um acordo, mas este ano os valores que a EDP tem vindo a apresentar, a não serem alterados, não nos permitem ser tão otimistas.

Como ponto prévio, o SINDEL colocou uma vez mais a questão dos descansos compensatórios devidos por trabalho suplementar que não têm sido carregados no sistema, o que impede os trabalhadores de os gozarem. A EDP respondeu-nos que devido a um problema informático só tinha sido possível carregar as compensações até ao final do mês de Novembro de 2014. Esse problema está resolvido e até ao final do corrente mês, todas as compensações estarão no sistema.

Colocámos igualmente a questão dos trabalhadores da EDP nas Lojas do Cidadão, nomeadamente o caso da loja de Aveiro, em que os trabalhadores não sabiam para que serviços seriam transferidos. A EDP respondeu-nos que, de facto, o Plano de Comunicação habitual para estas situações não teria funcionado a 100%, sobretudo devido ao período de férias. Os trabalhadores desta loja serão uns transferidos para o BackOffice e outros serão abrangidos pelo plano de pré-reformas do final do ano. Há ainda casos em que os trabalhadores serão transferidos para outros serviços.

Lisboa, 11 de fevereiro de 2015
O Secretariado do SINDEL

 

10982355_828699413842733_1908253353906731957_n.png

 

Afirmando-se próxima dos seus valores finais, a EDP reformulou a sua proposta para 0,8%, tendo o SINDEL respondido com uma reformulação para 1,25%.

O SINDEL reiterou que estes valores ainda eram insuficientes para um acordo.

A fim de discutir as condições para que o SINDEL possa estabelecer um acordo no atual contexto negocial, convocámos um Plenário de Dirigentes do Secretariado Nacional e de Delegados Sindicais da EDP, para a próxima 3ª feira, dia 24/2, pelas 10:30h na delegação do SINDEL em Coimbra.

É importante que todos os associados do SINDEL e os trabalhadores da EDP em geral façam chegar a sua opinião aos Delegados Sindicais, para que estes possam trazer uma posição clara e maioritária ao Plenário.

Lisboa, 18 de fevereiro de 2015
O Secretariado do SINDEL

 

10986904_1378268525805049_7768336184536358620_n.pn

11018162_1378268815805020_7455366657240205548_n.pn

  

10387622_1378345075797394_167837676863259122_n.png

 

1010151_1378345042464064_3711131901552826063_n.png

 

10462500_1378345009130734_8294557420885730855_n.pn

 

10422196_1378345922463976_6004912185050000088_n.pn

 10425076_1378510999114135_3455564252488756371_n.pn

 

11018302_1378313712467197_776050989217568164_n.png

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:21



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D