Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



fcp1.png

 

 

 Para ontem (dia 31 de Janeiro de 2018), e no âmbito do processo negocial de

Revisão da Tabela Salarial e Cláusulas de Expressão Pecuniária, para vigorar entre

01 de Janeiro de 2018 e 31 de Dezembro de 2018, o parceiro patronal (CN EDP)

"convocou" os vários parceiros sindicais (CNS's), para mais uma Reunião Plenária,

à Mesa das Negociações, nas instalações da Sede EDP em Lisboa.

 

Mas, complementarmente, o parceiro patronal (CN EDP) "convidou"

os parceiros sindicais (CNS's), para Reuniões Bilaterais de conversações

(e não de negociações).

 

Razão pela qual, pode eventualmente, ocorrer que numa Reunião Bilateral

tenha sido abordados determinados assuntos, enquanto numa outra

Reunião Bilateral tenha sido abordados assuntos diferentes

  

Vejamos agora, as diversas comunicações e/ou informações dos parceiros sindicais:

 

SIEAP1a.png

-------------------------------------------

Sinergia1.png

-------------------------------------------

 

SIEAP1.png

 

-------------------------------------------

 

SIEAP2a.png

SIEAP2.png

 

-------------------------------------------

 

Sindel6a.png

Sindel6.png

 

-------------------------------------------

 

Fiequimetal.png

 

-------------------------------------------

 

ASOSI.png

 

-------------------------------------------

 

Sinovae1.png

 

 

Focando-me, na Tabela de Ajudas de Custo,

(e por já ter sido questionado sobre o assunto)

acho oportuno esclarecer o seguinte:

 

I.

Antes da entrada em vigor do ACT/EDP 2014,
a matéria das deslocações em serviço
era regulada e regulamentada pelo EUP/EDP.
 
Razão pela qual, as Tabelas de Ajudas de Custo,
actualizáveis anualmente (até ao ano de 2009),
eram aprovadas pelo Conselho de Administração,
após a audição da ERT/CT.
 
 
II.
 
Com a entrada em vigor do ACT/EDP 2014,
a matéria das Deslocações em Serviço passou a ser
regulada e regulamentada no Clausulado Geral,
TÍTULO VIII – DESLOCAÇÕES EM SERVIÇO.
  
Ou seja, passou a ser uma matéria negociável entre as partes
"outorgantes" - parceiros patronais e parceiros sindicais.
 
 
III.
 
Ora acontece que,
para os primeiros anos pós-entrada em vigor do ACT/EDP 2014,
ou seja, para os anos de 2015, 2016 e 2017,
 
as partes "outorgantes" não estabeleceram qualquer acordo
sobre a matéria das Deslocações em Serviço, pela simples razão
de não ter havido apresentação de propostas sobre a matéria.
 
 
IV.
 
Finalmente, para o ano 2018, e pela primeira vez, 
após a entrada em vigor do ACT/EDP 2014,
surge um parceiro a apresentar uma PROPOSTA
relativa à matéria de Deslocações em Serviço.
 
Esse parceiro, é um parceiro sindical.
Ou melhor é o SINOVAE ...
 
 
Que decidiu apresentar ontem à Mesa das Negociações,
uma proposta valorada em DEZ POR CENTO,
sobre a última Tabela de Ajudas de Custo conhecida publicamente,
que é a que vigora desde 01 de Maio de 2009
(aprovada pela OS 12/2008/CAE, de 12 de Maio). 
 
E ainda, a eliminação dos três escalões existentes
na mesma Tabela de Ajudas de Custo para o ano de 2009.
 
 
E agora ...
aguarda-se a resposta e/ou a contraproposta
dos parceiros patronais (Grupo EDP).
 
 

Reacçoes.png

  

ESCLARECIMENTO ...

Com a entrada em vigor do ACT/EDP 2014,

a matéria das Deslocações em Serviço passou a ser regulada

e regulamentada no Clausulado Geral

TÍTULO VIII – DESLOCAÇÕES EM SERVIÇO.

 

Ou seja,

passou a ser uma matéria negociável entre as partes

"outorgantes"  (parceiros patronais e parceiros sindicais).

(EDP iando - 01-02-2018 21:43)

 

----------------------------------

 

Mas os valores a propor deverão cobrir os valores de custo reais,

o que já não acontece, principalmente no Alojamento.

(Joaquim Guimarães - 02-02-2018 00.19)

 

----------------------------------

 

Verdade Joaquim Guimarães.

Mas o importante é harmonizar e regular os valores relativos às Deslocações de Serviço,

uma vez que, a actualização da Tabela de Ajudas de Custo "parou" no ano de 2009,

razão pela qual as varias empresas do Grupo EDP começaram a praticar valores diferenciados

de empresa para empresa.

(Fernando Pegas - 02-02-2018 00.25)

 

----------------------------------

 

 Anda tudo como há-de ir

(Joaquim Guimarães - 02-02-2018 00.27)

 

----------------------------------

 

Um exemplo (que não é exemplo), mas dá para perceber a filosofia.

Em Agosto de 2017, os nossos "vizinhos" da EDPR, viram uma

das modalidade de Ajudas de Custo reduzidas para "metade".

(Fernando Pegas - 02-02-2018 13.21)

 

----------------------------------

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:31



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D