Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



fcp.png

 

Em continuação do debate de ideias, sobre a temática: 

Urge a criação de um Sindicato

para Reformados e Pensionistas do Grupo EDP

começado no link ...

https://jornalonlineefepe-sindical.blogs.sapo.pt/urge-a-criacao-de-um-sindicato-para-99261

 

Vejamos agora, os diálogos havidos

na pagina do facebook do grupo fechado Comunidade EDP

Urge.png

(Fernando Pêgas - 13-08-2018 03:43)

 

 --------------------------------

 

É pertinente e objetivo para a defesa e manutenção, das condições de vida nesse período das nossas vidas.

Abç.

(Manuel Luis Sousa - 13-08-2018 08:31)

 

--------------------------------

 

Viva, caro Pegas: Ah!

Aqui estou, parcialmente, contigo.

 

E digo, parcialmente, porque não deve ser Sindicato mas sim ASSOCIAÇÃO.

Os Sindicatos, para além de algumas condicionantes próprias, têm sido maltratados pela Empresa e nós não desejamos isso.

Temos de ser diferentes, positivamente mais originais, para que sejamos vistos pela Empresa como uma FORÇA VIVA!!! 

Aí alinho!

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 09:52)

 

Caro Nuno Calado Fonseca, associação já temos a ARESP, e que nada faz a esse respeito

(Fernando Rito - 13-08-2018 10:04)

 

A ARESP não foi constituída para defender "os verdadeiros interesses" dos reformados e pensionistas.

Definir-se-iam e ficariam sempre consagrados e escriturados os reais objetivos da sua essência e constituição.

A existência dos mais variados sindicatos na Empresa foi sempre, habilmente, aproveitada pela Administração para levar a água ao seu moinho e dividir os colaboradores, como eles dizem!

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 10:24)

 

OK, por isso digo que as associações nada podem fazer, pois não podem sentar à mesa a negociar.,E sindicatos existentes nada fazem, dai a existência de um entidade que o fizesse por nós e em ultimo caso fazer uma manif

(Fernando Rito - 13-08-2018 10:31)

 

Permita-me a correcção sr Fernando RitoA nossa associação é a AREP.

(Maria Manuela Lima - 13-08-2018 10:58)

 

Fernando Rito Essa agora!

As Associações não podem negociar nem sentar-se à mesa?!

Onde é que isso está escrito, caro Rito?

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 11:00)

 

Nuno Calado Fonseca diga me quantas vezes isso aconteceu com associações de reformados ?

(Fernando Rito - 13-08-2018 11:27)

 

Também concordo parcialmente com o colega mas,

a palavra "Associação"

não tem a carga defensora,

reivindicativa 

que tem a palavra "Sindicato",

de que temo terno iremos necessitar. "Sindicato Força Viva Reformados e Pensionistas Grupo EDP".

Um bom título, na minha opinião. A "FORÇA" virá a seguir.

Com muita divulgação, a união, será uma realidade.

Estou pronta.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:05)

 

Nuno Calado Fonseca e Graca Freitas,

face a esta questão,

já solicitei a uma pessoa amiga, da área da advocacia, a questionar da obrigatoriedade ou não de ter que utilizar o termo "Sindicato" na denominação social do Sindicato.

Estou a aguardar por uma resposta.

(Fernando Pêgas - 14-08-2018 14:44)

 

Õbrigada, caro colega.

Vamos em frente!

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:47)

 

Graca Freitas, claro que sim, o mais dificil está feito

(ou seja, o dar o primeiro passo).

(Fernando Pêgas - 14-08-2018 14:49)

 

 

--------------------------------

 

Eu alinho, para o novo sindicato

(Fernando Rito - 13-08-2018 09:56)

 

--------------------------------

Tb alinho

(Leonilde Sousa - 13-08-2018 10:00)

 

--------------------------------

 

Ai o que para aqui vai!

Novo sindicato para reformados e outros?

Com que apoios, com que verbas, com que direção?

 

Não creio mesmo porque, se a primeira coisa que os trabalhadores fazem quando vão para a reforma é desligar-se do sindicato para não pagarem quota, vão agora pagar?

Muito fogo de pólvora seca.

(Cristina Afonso - 13-08-2018 10:08)

 

Pois é, cara senhora, mas à espera que as coisas mudem, só de mal a pior!

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 10:27)

 

--------------------------------

 

Menina Cristina Afonso, eu sou reformado e pago quotas a sindicato e ARESP, e não vejo ninguem a lutar por nós, por isso acho que alguma coisa TEM DE MUDAR.

(Fernando Rito - 13-08-2018 10:13)

 

Com todo o respeito caro Fernando.O sr será uma minoria.

Acho que a maioria o se borrifou para tudo e agora tenho receio que seja tarde.

No entanto, haja vontade e querer que certamente outros aparecerão

(Cristina Afonso - 13-08-2018 10:53)

 

Ok, mas não se esqueçam que nos vão retirar direitos na saúde

(Fernando Rito - 13-08-2018 11:34)

 

--------------------------------

 

Nuno Calado Fonseca Estou de acordo.

A criação duma Associação já que a AREP não pode fazer nada.

 

Quem pode ou poderá também fazê-lo, é a APRe, se a AREP se tornar associada dela e nós, reformados e pensionistas, também nos tornarmos associados da APRe....

Eu já me tornei associada da APRe sendo também associada da AREP.

É a única hipótese.

A APRe poderá assim assegurar a "nossa" presença na mesa das negociações .

A APRe tem um estatuto diferente da nossa AREP.

(Maria Manuela Lima - 13-08-2018 10:56)

 

--------------------------------

 

Acho bem o sindicato dos reformados

pois assim estes podem fazer greve à vontade,

não são despedidos.

(Abilio Monteiro - 13-08-2018 11:24)

 

Abílio Monteiro , as greves não são as únicas formas de luta

(Fernando Rito - 13-08-2018 11:28)

 

Fernando Rito e acha que os reformados fazem greve?

greve de quê?

(Abilio Monteiro - 13-08-2018 11:29)

 

Eu não falei em fazer greve

(Fernando Rito - 13-08-2018 11:31)

 

 

--------------------------------

 

Pois eu sou reformado

e não pago a sindicatos nem à AREP,

aqueles que chegaram ou estão a chegar à reforma ou pré-reforma agora é que estão preocupados quando todos os problemas que os reformados têm vêm de há muito.

Aproveitamento ou constatação de um facto!!!!

(Abilio Monteiro - 13-08-2018 11:28)

 

Aí está.

(Cristina Afonso - 13-08-2018 11:29)

 

Façam ou façamos uma associação de reformados sem que haja política pelo meio nem oportunistas.

(Abilio Monteiro - 13-08-2018 11:36)

 

Pois, os outros que façam :-(

(Cristina Afonso - 13-08-2018 11:56)

 

Cristina Afonso deve ter lido "Façam ou façamos" que foi exactamente o que eu escrevi, não me pus de fora.

(Abilio Monteiro - 13-08-2018 11:58)

 

--------------------------------

 

Eu estou pronto a assumir seja sindicato,

associação ou outra entidade

para lutar por direitos e regalias de reformados, pré reformados ou outros para mantermos os direito e regalias actuais e as já perdidas. e caso seja necessário fazer manifestações, marchas ou concentrações,

EU ESTOU AQUI E PRONTO

PARA O QUE DER E VIER E ASSUMIR.

(Fernando Rito - 13-08-2018 13:33)

--------------------------------

 

Esta é uma vertente das "redes sociais"

a que não podemos alhear-nos

nem meter a cabeça na areia como a avestruz...

O que, em concreto, se está aqui a passar, indepenfdentemente de sindicatos, ideologias políticas e outros é um sinal de VITALIDADE que deve ser aproveitado, a todos os títulos, de forma racional equilibrada e pragmática.

Parar é morrer e infere-se que não é isso que desejam TODOS os reformados e pensionistas da EDP!

Organizemo-nos e sigamos em frente!!!

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 13:44)

 

--------------------------------

 

Eu vou para o Sindicato dos Musicos e afins.

(Artur Silva - 13-08-2018 13:55)

 

Pois é... Mas nem todos "nasceram p'ra música" como o nosso amigo!!!

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 13:57)

 

Qualquer um sabe tocar.

(Artur Silva - 13-08-2018 13:58)

 

Só que alguns, como eu, são duros de ouvido...

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 13:59)

 

 

Nuno Calado Fonseca são duros de ouvidos e moles noutras coisas. rsrsrs.

(Artur Silva - 13-08-2018 14:00)

 

Cada um sabe de si!

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 14:01)

 

Por querermos ouvir a música que a todos interessa

e não a que nos querem impôr,

é que estamos aqui a falar uns com os outros.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:16)

 

--------------------------------

 

Amigos, permitam-me:

Tomemos nas nossas mãos

o nosso presente e futuro.

Promova-se algo sério

porque falar na rede social

pode valer muito ou nada.

(Cristina Afonso - 13-08-2018 14:22)

 

Agora, estamos de acordo!

(Nuno Calado Fonseca - 13-08-2018 16:29)

 

Pode valer de MUITO.

Estejamos nós TODOS unidos na defesa dos nossos interesses.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:13)

 

--------------------------------

 

Já existe numa Associação na EDP que representa, ou devia representar, os reformados na defesa dos seus direito, que é a AREP de que sou sócio e pago quotas.

Julgo que seria de nos juntarmos em volta da AREP

para que seja mais representativa.

(Julio Botica - 14-08-2018 00:28)

 

De acordo.

(Lucia Grade Marzagão - 14-08-2018 08:52)

 

Tem que ser essa a via!

A criação de um sindicato de reformados é uma acção inusitada e, por várias razões, de eficácia muito duvidosa.

A AREP é a entidade que, naturalmente, representa os reformados sem prejuízo de, eventualmente, poder ser reajustada na sua missão.

Contudo, nada se consegue sem o envolvimento dos reformados...

(Luis Bernardo - 14-08-2018 13:53)

 

Estaria de acordo se a AREP mudasse o seu Estatuto. É um caminho.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:20)

 

 

 Graca Freitas E porque não?

Os estatutos deverão ser os que melhor defendem os interesses dos seus associados.

(Luis Bernardo - 14-08-2018 14:30)

 

Em absoluta concordância.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:37)

 

 

--------------------------------

 

Meu caro Júlio Botica, genericamente, estou de acordo com o principio de "UNIDADE".

Mas, se pensarmos bem,

a AREP foi criada para APOIAR

e não para "REINVIDICAR".

 

Porventura, por no momento da sua criação, o cenário "de regulação e/ou de regulamentação" designadamente do Esquema de Saúde e da Complementariedade (entre outras matérias), ser totalmente diferente do cenário actual.

 

A AREP para se "adaptar" ao novo cenário regulatório, teria que reajustar os seus Estatutos, de modo a poder ter assento à Mesa das Negociações, no ambito dos ACT/EDP e do ACT/REN.

 

Concluindo, sou de opinião que não se deve "estragar" a vocação inicial da AREP, para o ASSITENCIALISMO de Reformados e Pensionistas!!

E na minha perspectiva, continuo a ser "apologista" da criação de uma estrutura própria e construída de base, para a "LUTA" E PARA A "REINVIDICAÇÃO", designadamente, na área da Saúde, mas para Todos os Universos dos Grupos da EDP e da REN, quer sejam Reformados e Pensionistas, quer sejam Trabalhadores.

Porque nesta área, da Saúde, tem de haver uma enorme SOLIDARIEDADE INTERGERACIONAL, de modo a "consolidar" a existência da própria Sãvida.

Porque caso contrario, TUDO VAI POR ÁGUA ABAIXO !!!

(Fernando Pêgas - 14-08-2018 13:06)

 

 

 F.Pegas tem razão.

Deixem a AREP fazer o que faz bem.

 

E também acho desde há muito que é urgente a " criação de uma estrutura própria e construída de base, para a "LUTA" E PARA A "REINVIDICAÇÃO", designadamente, na área da Saúde, mas para Todos os Universos dos Grupos da EDP e da REN, quer sejam Reformados e Pensionistas, quer sejam Trabalhadores ".


Só não percebo o seu apego à palavra SINDICATO. 


Sei que há inumeros colegas que até estremecem quando ouvem a palavra, desconfiam de tal gente e decerto não irão aderir incondicionalmente como se desejaria, uns com razão, outros sem razão - confesso que até a mim o termo me provoca urticária.


Há várias definições para Comissões desta natureza.

Até a Comissão de ex-trabalhadores dos estaleiros de Viana (com apenas 150 membros) ganhou já várias lutas aos ladrões do estaleiro e ao estado maricas que os apoia.

Mas que seja qualquer coisa.

Isto vai dar buraco e depois não valerá a pena chorar.

(Antonio Moreno  - 14-08-2018 13:42)

 

 

Meu caro amigo Antonio Moreno, não é verdade que esteja "apegado" ao termo de Sindicato.

Estou é com algum cuidado, face ao que está escrito na Lei Sindical em vigor.

Daí já ter pedido ajuda jurídica a uma pessoa amiga.

(Fernando Pêgas - 14-08-2018 15:32)

 

--------------------------------

 

E que tal serem mais representados nos sindicatos pagando quotas em vez de abandonarem o sindicato quando vão para a reforma?


Não serão todos claro, mas grande parte dos trabalhadores abandonam o sindicato quando passam à reforma, assim fica difícil defender os interesses.

(Carlos Barbosa - 14-08-2018 13:31)

 

 

Meu caro Carlos Barbosa,

depois do que aconteceu em 2014,

em torno quer da Revogação do EUP/EDP, quer da Revisão do ACT/EDP 2000, quer da integração dos Contratos Individuais no Contrato Colectivo, quer ainda da "desagregação" de Direitos e Regalias de um para dois Instrumentos de Regulamentação de Trabalho (um para a EDP e outro para a REN), ou seja

"TUDO FOI IMPOSTO"

pelos Sindicatos "outorgantes" aos reformados, pensionistas e trabalhadores do Grupo EDP e do Grupo REN, fazendo de "parvos" milhares e milhares de beneficiários, JÁ NÃO HÁ MAIS "MARGEM" DE CONFIANÇA que possa ser depositada em todos aqueles que "outorgaram" a Perda de Direitos e Regalias que é do conhecimento geral.

(Fernando Pêgas - 14-08-2018 13:50)

 

 --------------------------------

 

Abílio Monteiro 

não só a greve é uma forma de luta.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:09)

 

E acham que os reformados têm direito a greve?

Não sabem ver a ironia!!

(Abilio Monteiro - 14-08-2018 14:30)

 

Todos sabem "ver" a ironia.

Simplesmente,

o assunto em questão é tão sério

que não há lugar para a ironia.

Assim penso.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:36)

 

 

Graca Freitas 

E acha que tudo o que aqui é escrito é sério?

Há muitos, muitos anos que este assunto (reformados) deveria ter sido tratado, mas como muito desta gente não estava nem pensava em reforma, pura e simplesmente ignorava o assunto.

Por mim acho que o que aqui se escreve não vai fazer nenhuma diferença.

(Abilio Monteiro - 14-08-2018 14:40)

 

 

Caro colega, com gente reformada e CONFORMADA, como parece ser o seu caso, é que NÃO vamos a lado nenhum.

Cruzamos os braços...

simplesmente e deixamos que nos tratem como números enquanto não morremos?!

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:43)

 

--------------------------------

 

Sr. Abílio Monteiro, já respondi a essa pergunta e afirmação,

podemos fazer manifestações ou outras formas de luta,

e pelos vistos há muitos reformados que deixam de descontar para os sindicatos, dai os mesmos não terem poder (ou vontade) de nos proteger.

(Fernando Rito - 14-08-2018 14:38)

 

 

Fernando Rito Já deixei de descontar para os sindicatos ainda trabalhava.

(Abilio Monteiro - 14-08-2018 14:41)

 

 

Abílio Monteiro falta de confiança na defesa dos interesses dos trabalhadores?!

Há que REVERTER as coisas enquanto é tempo,

caro colega. Pense nisso.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:46)

 

 --------------------------------

 

Para esclarecer .os reformados e outros pensam que nada podem fazer por serem reformados,

o que não é verdade,

pois se se unirem ou nos unirmos todos, poderemos fazer algo.

(Fernando Rito - 14-08-2018 14:43)

 

 

Uma de duas coisas urge fazer: ou uma Revisão profunda dos Estatutos da AREP, alargando a sua função social/lúdica à parte REINVINDICATIVA, assegurando os direitos adquiridos de todos os trabalhadores Reformados/Pensionistas ou um "Sindicato/Associação "de raiz para salvaguarda desta tão importante questão.

(Graça Freitas - 14-08-2018 14:59)

 

 

Graca Freitas,

Qualquer coisa do género que proteja os reformados

(Fernando Rito - 14-08-2018 15:02)

 

 

--------------------------------

(continua)

Sem Título1.png

  (copiado da pagina do facebook de Fernando Pêgas)

Urge.II.png

 (Fernando Pêgas - 16-08-2018 04:28)

 

 --------------------------------

 

Os sindicatos existentes tem a obrigação de defender os trabalhadores que se encontrem no ativo e de honrar os compromissos para com aqueles que embora tivessem passado à reforma descontaram uma vida inteira com o objetivo de ver os seus interesses e direitos defendidos aquando dessa passagem.

Na verdade isso não tem acontecido, por isso urge na verdade a necessidade da criação de um sindicato, plural e só para trabalhadores da EDP.

 (Antonio Calçada - 16-08-2018 08:51)

  

--------------------------------

 

Sem dúvida António Calçada.

Em minha opinião, e há algum tempo, tem se notado cada vez mais a "vocação" do Sindel, para o desempenho como de uma verdadeira Central Sindical de nivel intermédio se tratasse. Mas, não tanto como, o actual Sindel de Rui Miranda. Que, notoriamente, é a soma de quatro sindicatos: o Sindel (Ambiente), o Sindel (Energia), o Sindel (Industria) e o Sindel (Outros), e cada vez mais "desarticulado" entre si.

 

Sem esquecer que, cada sindicato tem as suas "quintas", como por exemplo, o Sindel (Energia) ter a "Quinta EDP" e a "Quinta REN". Com tanta "partilha", AS FRAGILIDADES SÃO NOTÓRIAS e óbvias.

 (Fernando Pêgas - 16-08-2018 22:37)

 

--------------------------------

 

O SINDEL foi criado por trabalhadores da EDP só para a EDP.

Que eu saiba, o alargamento a outros setores foi "cozinhado" por um conjunto de dirigentes com interesses particulares sem consulta prévia aos associados.

Pelo que sei, este alargamento foi votado em congresso e todos nós sabemos como os resultados são garantidos à partida pela direção e não vale apena dizer porquê.

Já assim foi no último congresso com a votação dos novos estatutos propostos em pleno congresso pela direção para serem votados sem que houvesse uma discussão pública antes pelos associados nos locais de trabalho.

Quando os dirigentes se perpetuam tendem a esquecer os valores da democracia.

 (Antonio Calçada - 16-08-2018 23:42)

 

--------------------------------

 

Por mim devia ser criado um Sindicato representativo de todos os trabalhadores no ativo e reformados da EDP e REN, chamando-se por exemplo SINTER-Sindicato Trabalhadores Edp e Ren.

 (Jose Agostinho - 17-08-2018 10:32)

 

 --------------------------------

 

Estou nessa.

 (Joao Luis Gomes Braga - 18-08-2018 22:49)

 

--------------------------------

 

Meus amigos, com a ajuda de opiniões de advogados amigos, já me decidi pelas três denominações necessárias para o preenchimento do impresso do Registo de Pessoas Colectivas. Que irá ser submetido muito em breve.

MUITO OBRIGADO, pelas vossas contribuições.

 (Fernando Pêgas - 18-08-2018 22:58)

 

--------------------------------

 

Boas palavras!!

Venha ele ,, entra aqui um sócio!!

 (Abilio Guedes - 19-08-2018 16:46)

 

 

--------------------------------

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 04:01



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D